Posts

Palestra sobre coronavírus reúne 150 pessoas na Fiocruz Amazônia

Aproximadamente 150 pessoas, entre profissionais de saúde, estudantes, pesquisadores e público em geral compareceram a palestra “COVID-19: situação atual e perspectivas”, na última sexta-feira, 6/3, promovida pelo Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia).

A palestra foi ministrada pelo médico Bernardino Claudio de Albuquerque, professor assistente da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), pesquisador adjunto da Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), pesquisador visitante sênior e coordenador do curso de pós-graduação lato sensu em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde do ILMD/Fiocruz Amazônia, que acontece no município de Tefé (AM).

Para o pesquisador e Vice-Diretor de Pesquisa e Inovação da Fiocruz Amazônia, Felipe Naveca, a iniciativa de debater temas de interesse popular vai de encontro ao compromisso da Instituição. “A gente está mostrando o nosso trabalho. A população está preocupada, está vindo atrás dessa informação. Todo mundo está falando de coronavírus. É um papel nosso, é um compromisso nosso levar essa informação para a população”, destacou.

O debate abordou a situação epidemiológica no mundo e no Brasil, a produção do conhecimento e aspectos relacionados a prevenção e controle do novo coronavírus. Para responder alguns questionamentos do público, Bernardino falou ainda sobre algumas orientações do Ministério da Saúde para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus.

Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com freqüência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (mascára cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95.

Loren Anselmo, professora de Epidemiologia, da Universidade Paulista (Unip) programou uma aula diferente, trazendo os alunos para conhecerem a instituição e participar da atividade. “A proposta era trazer os alunos para um Instituto de pesquisa e fazer com que eles ouvissem de uma pessoa muito experiente na área de controle epidemiológico, notícias reais e não aquelas que são muito veiculadas. Inclusive, foi enfatizado durante a palestra de hoje, o combate às fake news, informações exageradas. Trazer os alunos para uma conversa real sobre a epidemiologia que tanto se altera, muitas vezes da noite para o dia, foi muito relevante. Eles ficaram muito felizes em participar, principalmente com a apresentação do brilhante Dr. Bernardino, que tanto contribuiu”, relatou.

Em entrevista, Priscila Aquino, pesquisadora e coordenadora do Centro de Estudos avaliou a atividade de forma muito positiva. “Foi algo realmente super relevante para a Instituição e para o Centro de Estudos. Isso nos deixa muito felizes, enquanto coordenação, até mesmo para pensar nas próximas edições, pois a gente está conseguindo chegar em público maior e divulgar um pouco mais temas de relevância para a saúde, para a população em geral, para que a comunidade tenha acesso a essas e outras informações”, pontuou.

SOBRE O PALESTRANTE

Bernardino é graduado em Medicina pela Universidade Federal do Amazonas, especialista em Medicina do Trabalho pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e em Auditoria em Serviços de Saúde e Mestre em Medicina (Doenças Infecciosas e Parasitárias) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Atualmente, é professor assistente IIV na Ufam, Pesquisador Adjunto da Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) e Coordenador do curso de pós-graduação lato sensu em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde, que acontece no município de Tefé.

Possui experiência na área de Medicina, com ênfase em Doenças Infecciosas e Saúde Pública, atuando principalmente nos seguintes temas: Doenças Endêmicas da Amazônia, Controle e Epidemiologia.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Ciência aberta e comunicação científica serão pautas do Centro de Estudos da Fiocruz Amazônia

Na próxima sexta-feira, 13/3, às 10h, o Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove a palestra “Ciência aberta e a comunicação científica”, a ser ministrada por Célia Regina Simonetti Barbalho, professora da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Segunda a pesquisadora, a palestra objetiva caracterizar os aspectos que envolvem a ciência aberta, destacando suas motivações e trajetória, as quais estão configurando um novo modelo de divulgação da comunicação científica. Além disso, irá destacar o papel protagonista do pesquisador neste contexto, e as implicações e impactos deste processo no fazer científico.

Clique Aqui para se inscrever

Interessados em participar devem preencher o formulário de inscrição, no Campus Virtual da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A apresentação ocorrerá na sala de aula 02, prédio anexo, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE A PALESTRANTE

Professora titular da Ufam, Célia é graduada em Biblioteconomia pela Ufam, mestre em Ciência da Informação pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, e doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

 Atualmente realiza Estágio Pós-Doutoral no Programa em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação, ponto focal da Universidade de Federal do Rio de Janeiro.

Possui experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em gestão de unidades de informação, gestão da informação e do conhecimento, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino superior, qualidade, biblioteconomia, competências profissionais, propriedade intelectual e planejamento estratégico.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes

Situação atual e perspectivas sobre o COVID-19 será tema do Centro de Estudos da Fiocruz Amazônia

Na próxima sexta-feira, 6/3, às 10h, o Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) retoma suas atividades, apresentando a palestra “COVID-19: situação atual e perspectivas”, a ser ministrada por Bernardino Claudio de Albuquerque, médico, professor assistente da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Pesquisador Adjunto da Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) e coordenador do curso de pós-graduação lato sensu em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde do ILMD/Fiocruz Amazônia, que  acontece no município de Tefé (AM).

O objetivo do debate é discutir sobre a situação epidemiológica no mundo e no Brasil, a produção do conhecimento e aspectos relacionados a prevenção e controle do novo coronavírus. A apresentação ocorrerá na Sala de Aula 2, no prédio anexo, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE O PALESTRANTE

Bernardino é graduado em Medicina pela Universidade Federal do Amazonas, especialista em Medicina do Trabalho pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e em Auditoria em Serviços de Saúde e Mestre em Medicina (Doenças Infecciosas e Parasitárias) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Atualmente, é professor assistente IIV na Ufam, Pesquisador Adjunto da Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD) e Coordenador do curso de pós-graduação lato sensu em Vigilância em Saúde na Rede de Atenção Primária à Saúde, que acontece no município de Tefé.

Possui experiência na área de Medicina, com ênfase em Doenças Infecciosas e Saúde Pública, atuando principalmente nos seguintes temas: Doenças Endêmicas da Amazônia, Controle e Epidemiologia.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Palestra na Fiocruz Amazônia vai abordar os desafios no diagnóstico de doenças, como Tuberculose e Micobacteriose

Na próxima sexta-feira, 22/11, às 10h, o Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove a palestra “Tuberculose e Micobacteriose: desafios para o diagnóstico microbiológico”, a ser ministrada por Maurício Morishi Ogusku, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA).

Durante a palestra, serão apresentados dados sobre o Mycobacterium, composto este que possui mais de 220 espécies e subespécies, e dentre elas as principais são Mycobacterium leprae, responsável pela hanseníase e Mycobacterium tuberculosis, pela tuberculose.

Na ocasião, o pesquisador ressaltará que a tuberculose continua a ser um problema de saúde global, visto que, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2017, houve 1,6 milhão de mortes e cerca de 10 milhões de casos da doença. A nível nacional, há anos é considerada endêmica.

Alguns questionamentos devem ser debatidos durante a palestra, como o fato da real incidência da Micobacteriose pulmonar ser ainda desconhecida e a questão dos laboratórios de microbiologia como fontes imprescindíveis de estudos de cultura para micobactérias, a partir dos vários tipos de amostras clínicas, identificação das espécies micobacterianas, e depois dessas etapas, a formação de antibioticoterapia apropriada.

A apresentação ocorrerá na Sala de aula 2, no prédio anexo, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE O PALESTRANTE

Maurício Morishi Ogusku é mestre em Ciências Biológicas (Microbiologia) pela Universidade de São Paulo (USP) e doutor em Biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Atualmente, atua como pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA).

Possui experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Micobacteriologia Médica, principalmente nos seguintes temas: Tuberculose, Micobacteriose, métodos bacteriológicos e moleculares de diagnóstico. 

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Diovana Rodrigues
Imagem: Mackesy Nascimento

Palestra na Fiocruz Amazônia irá apresentar estudo que propõem correção na taxa dos estupros de vulnerável no Brasil

O estupro de vulnerável é um fenômeno que tem sofrido um considerado aumento em sua ocorrência, mas pouco se conhece sobre esses números, devido ao alto índice de subnotificações referente a este tipo de crime. Em edição extraordinária, o Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/ Fiocruz Amazônia) promove na próxima quinta-feira, 14/11, às 14h, a palestra “Uma proposta para a correção na taxa de estupro vulnerável no Brasil”, a ser ministrada pelo pesquisador, James Dean, professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

A palestra irá apresentar um estudo, que teve como objetivo, estimar a taxa de estupro de vulnerável por meio da inferência bayesiana e técnicas de aumento de dados. Segundo o pesquisador, a metodologia proposta utilizou os dados de estupro de vulnerável de algumas cidades do interior do estado do Amazonas, referente ao período de 2010 a 2012.

A apresentação ocorrerá na Sala de aula 1, no prédio anexo, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE O PALESTRANTE

James Dean é graduado em estatística pela Universidade Federal do Amazonas, mestre em estatística pela Universidade Estadual de Campinas e doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Atualmente é professor da Universidade Federal do Amazonas. Possui experiência na área de probabilidade e estatística, com ênfase em inferência Bayesiana, atuando principalmente nos seguintes temas: modelos lineares dinâmicos, eficiência técnica produtiva, fronteira de produção, inferência bayesiana e aglomerados.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Palestra na Fiocruz Amazônia vai abordar metabólitos secundários do gênero Bocageopsis (Annonaceae) da região amazônica e suas atividades biológicas

Na próxima sexta-feira, 8/11, às 10h, o Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove a palestra “Metabólitos secundários do gênero Bocageopsis (Annonaceae) da região amazônica e suas atividades biológicas”, a ser ministrada por Elzalina Ribeiro Soares, pesquisadora da Universidade Federal do Amazonas

Durante a palestra, serão apresentados os dados biológicos de três espécies do gênero Bocageopsis (B. canescens, B. multiflora e B. pleiosperma) comumente encontradas na Região Amazônica. Recentes abordagens fitoquímicas realizadas com os óleos essenciais de B. multiflora e B. pleiosperma, e frações alcaloídicas de B. pleiosperma demonstraram a potencialidade química deste gênero.

Diferentes partes das plantas (folhas, galhos e cascas do tronco) foram analisadas a abordagens integrativas, possibilitando a identificação de vários metabólitos secundários. Além disso, ensaios antimicrobianos revelaram atividade bacteriológica dos óleos dos galhos finos e galhos grossos de B. multiflora, e das folhas de B. canescens e B. pleiosperma frente as cepas de Staphylococcus aureus, Serratia marcens e Mycobacterium smegmatis.

Segundo o estudo, os óleos essenciais das folhas de B. canescens e galhos finos e grossos de B. multiflora revelaram atividade fungicida frente ao patógeno Candida albicans.  De forma que, os resultados fitoquímicos e biológicos para o gênero Bocageopsis reforçam a importância do gênero para a família Annonaceae.

A apresentação ocorrerá na Sala de aula 1, no prédio anexo, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE A PALESTRANTE

Elzalina é graduada em Licenciatura Plena em Química pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), mestre e Doutora em Química de Produtos Naturais e Biomoléculas pela UFAM. Durante o período do mestrado e doutorado adquiriu experiência em análises por Espectrometria de Massas e LC/MS, bem como determinação estrutural, voltado a química de produtos naturais.

Atuou como docente na UFAM no Departamento de Química como professora substituta (20 horas) nas disciplinas de Química Geral e Orgânica.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Palestra na Fiocruz Amazônia apresentará estudos sobre nova via de ação do Mycobaterium tuberculosis

Na próxima sexta-feira, 18/10, às 10h, o Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove a palestra “Mycobaterium tuberculosis regula a diferenciação mielóide associada à gravidade da tuberculose”, a ser ministrada por André Luiz Barbosa Báfica, professor da Universidade Federal de Santa Catarina.

Segundo o pesquisador, durante a palestra serão apresentadas evidências recentes do laboratório onde atua, demonstrando a manipulação do Mtb em células tronco hematopoeiéticas humanas. “Os dados revelam uma nova via de ação do Mtb, que envolve um módulo gênico compartilhado entre IL-6 e IFNs”, destacou.

A apresentação ocorrerá na Sala de aula 2, no prédio anexo, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE A PALESTRANTE

André é graduado em Medicina pela Universidade Federal da Bahia e doutor em Patologia Humana na Fundação Oswaldo Cruz. Realizou pós-doutorado no Laboratory of Parasitic Diseases, National Institutes of Health, USA, onde estudou as vias de reconhecimento de patógenos intracelulares durante a infecção.

Atualmente é professor associado de Imunologia na Universidade Federal de Santa Catarina, onde estuda mecanismos imunológicos envolvidos na regulação de eventos infecciosos, empregando como modelo a interação co-evolutiva entre Mycobacterium tuberculosis e Homo sapiens.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Palestra do Centro de Estudos da Fiocruz Amazônia irá apresentar sobre câncer de colo de útero

Na próxima sexta-feira, 11/10, às 10h, o Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove a palestra “Câncer de colo de útero: Porquê e como temos que dar um “tiro para a Lua” (alcançar o impossível)?”, a ser por Katia  Luz Torres Silva, Diretora de Ensino e pesquisa da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (CECON).

Durante a palestra, será feita uma exposição da realidade epidemiologia do câncer de colo de útero em especial no Estado do Amazonas. A pesquisadora irá apresentar como se configura a história natural da doença e assim facilitar o entendimento de como podemos prevenir este câncer. “Todos terão o entendimento do que seria o “tiro para a Lua”, isto é, como será possível alcançar o que parece impossível. Iremos discutir o estado da arte das pesquisas voltadas para isso, contextualizando as pesquisas que estão sendo feitas no Amazonas”, disse.

A apresentação ocorrerá na Sala de aula 2, no prédio anexo, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE A PALESTRANTE

Katia é Doutora em Doenças Infecciosas e Parasitárias pela Faculdade de Medicina da USP-SP, Mestre em Biologia Parasitária pela Fundação Oswaldo Cruz no Rio de Janeiro, Especialista em epidemiologia pela pela Fundação Oswaldo Cruz (1994), Graduação em Farmácia e habilitação em análises clínicas pela Universidade Federal do Amazonas.

Atualmente é Diretora de Ensino e pesquisa da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (CECON) e membro do Comitê de ética em Pesquisa em seres Humanos da Fundação CECON. Tem experiência na área de Bioquímica, com ênfase em Biologia Molecular, atuando principalmente nos seguintes temas: tiragem sorológica de doadores de sangue, malária transfusional, epidemiologia molecular da Hepatite C, técnicas hemoterapicas e tecnologia molecular, epidemiologia molecular do HPV, oncogênese.

É também coordenadora de projetos financiados pela Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Amazonas (FAPEAM) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP). (Texto informado pelo autor)

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Centro de Estudos da Fiocruz Amazônia irá promover palestra sobre ética, justiça e equidade no acesso aos cuidados de saúde

Na próxima sexta-feira, 4/10, às 10h, o Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove a palestra “Ética, justiça e equidade no acesso aos cuidados de saúde”, a ser ministrada ministrada por Plínio José Cavalcante Monteiro, professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

Sobre a abordagem da palestra, o pesquisador explicou que, “garantir adequado acesso aos cuidados de saúde é missão nuclear no funcionamento dos sistemas de saúde. Políticas públicas podem promover ou violar direitos humanos, dependendo da forma como são concebidas e/ou executadas. Discriminações e iniquidades no acesso aos cuidados de saúde são eticamente inaceitáveis, haja vista que violam o direito à saúde.”

A apresentação ocorrerá na Sala de aula 2, no prédio anexo, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE A PALESTRANTE

Plínio é graduado em Medicina pela Universidade Federal do Amazonas, e em Direito pelo Centro Universitário Nilton Lins, especialista em Homeopatia pela Universidade Federal de Uberlândia, especialista em Pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria, em Administração Hospitalar e Gestão de Sistemas de Saúde pela Fundação Getúlio Vargas. É Mestre em Ensino em Ciências da Saúde (Bioética) pela Universidade Federal de São Paulo, e doutorado em Bioética pela Universidade de Brasília.

Atualmente é Professor Assistente do Departamento de Patologia e Medicina Legal (DPML) da Faculdade de Medicina (FM) e Vice-coordenador do Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital Universitário Getúlio Vargas (CEP/HUGV) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Atua principalmente nas seguintes áreas: Pediatria, Ética Médica, Bioética e Direito Médico e da Saúde.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

 

 

Palestra na Fiocruz Amazônia irá apresentar estudos proteômicos que revelam um novo papel da proteína FAK

Na próxima sexta-feira, 27/9, às 10h, o Centro de Estudos do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove a palestra “Estudos proteômicos revelam um novo papel da proteína FAK (Focal Adhesion Kinase) na regulação do splicing do mRNA”, a ser ministrada ministrada por Isabelle Bezerra Cordeiro, professora da Universidade Federal do Amazonas (Ufam).

A apresentação ocorrerá na Sala de aula 2, no prédio anexo, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE A PALESTRANTE

Isabelle é professora da Ufam, ministrando as disciplinas de Biofísica, Bioquímica e Bioética. Possui doutorado obtido pelo programa de pós-graduação em Biologia Funcional e Molecular pela Universidade Estadual de Campinas, na área de concentração Bioquímica, e mestrado pelo Programa Institucional de Pós Graduação em Biotecnologia da Universidade Federal do Amazonas.

Desenvolveu o projeto de identificação de proteínas nucleares ligantes de FAK em cardiomiócitos, visando o mapeamento de vias de sinalização celular que levam à hipertrofia cardíaca e interactoma da proteína FAK durante seu doutoramento. Possui experiência na área de Proteoma e Biologia Molecular.

CENTRO DE ESTUDOS

O Centro de Estudos do ILMD/Fiocruz Amazônia é um núcleo que oportuniza encontros, palestras, seminários e debates sobre diversos temas ligados à pesquisa e ao ensino para a promoção da saúde.

Os eventos são gratuitos e ocorrem às sextas-feiras. As atividades são destinadas a estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores e trabalhadores da área da Saúde.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento