Posts

Começaram nesta segunda-feira as aulas da turma de 2019 do PPGVIDA

As aulas da turma 2019 do Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia (PPGVIDA) do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) iniciaram nesta segunda-feira, 9/9, às 8h, com a palestra inaugural “Saúde da Terra???????”, ministrada por Marco Akerman, professor e pesquisador da Faculdade de Saúde Pública, da Universidade de São Paulo (USP).

Durante a aula, Marco Akerman abordou o seguinte conteúdo: de onde vem o termo “Saúde planetária” e qual é a sua definição?; que marcas a civilização humana está deixando na Terra?; que sinais e sintomas?; o que vem sendo hipotetizado (e já provado) como determinação da crescente enfermidade da Terra e seu efeito sobre a saúde das populações?; há algo a se fazer no macro, no meso e no micro; quem precisa se mobilizar?; que obstáculos pelo caminho?; que esperanças?

Neste dia também foi apresentada a equipe do ensino, o regulamento, o regimento do PPGVIDA, informações sobre bolsas do programa, manual do aluno e o calendário acadêmico. À tarde, foi iniciado o primeiro módulo do curso, Espaço, saúde e ambiente na Amazônia, ministrado pela professora e pesquisadora da Fiocruz Amazônia, Maria Luiza Garnelo.

Vagas ALUNOS ESTRANGEIROS

O Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia (PPGVIDA) está com inscrições abertas para candidatos estrangeiros. O ingresso de alunos estrangeiros será realizado mediante processo seletivo simplificado, nos termos da chamada pública e cronograma com todos os eventos das etapas, disponíveis no Edital.

Para acesso ao edital clique AQUI

Os programas, cursos e atividades de ensino desenvolvidos pela Fiocruz Amazônia visam qualificar profissionais para funções especializadas nos campos das ciências e tecnologias em saúde, necessários à sociedade, bem como aprofundar conhecimentos e habilidades, voltando-se prioritariamente para a área de saúde coletiva e afins, promovendo atualização sobre os avanços nesse campo e a ampliação das competências profissionais dos discentes.

SOBRE O PPGVIDA

O Programa tem como objetivo capacitar profissionais para desenvolver modelos analíticos capazes de subsidiar pesquisas em saúde, apoiar o planejamento, execução e gerenciamento de serviços e ações de controle e o monitoramento de doenças e agravos de interesse coletivo e do Sistema Único de Saúde na Amazônia.

Além disso, o PPGVIDA também visa planejar, propor e utilizar métodos e técnicas para executar investigações na área de saúde, mediante o uso integrado de conceitos e recursos teórico-metodológicos advindos da saúde coletiva, biologia parasitária, epidemiologia, ciências sociais e humanas aplicadas à saúde, comunicação e informação em saúde e de outras áreas de interesse acadêmico, na construção de desenhos complexos de pesquisa sobre a realidade amazônica

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Foto: Eduardo Gomes

Turma 2019 do PPGVIDA terá aula inaugural ministrada por Marco Akerman

Na próxima segunda-feira, 9/9, o Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD / Fiocruz Amazônia) promove a aula inaugural da turma 2019 do Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia (PPGVIDA). A abertura da atividade será marcada pela palestra “Saúde da Terra???????”, que será ministrada pelo Prof. Dr. Marco Akerman, pesquisador da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo – USP.

O evento terá início às 8h, no Salão Canoas, auditório da Unidade, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, Zona Sul de Manaus. Na oportunidade também ocorrerá a apresentação da equipe do ensino, apresentação do curso, regulamento do ensino, regimento do PPGVIDA, bolsas do programa, manual do aluno e do Calendário Acadêmico.

Os programas, cursos e atividades de ensino desenvolvidos pela Fiocruz Amazônia visam qualificar profissionais para funções especializadas nos campos das ciências e tecnologias em saúde, necessários à sociedade, bem como aprofundar conhecimentos e habilidades, voltando-se prioritariamente para a área de Saúde Coletiva e afins, promovendo atualização sobre os avanços de conhecimentos nesse campo e a ampliação das competências profissionais dos discentes.

SOBRE O PALESTRANTE

Professor Titular do Departamento de Política, Gestão e Saúde da Faculdade de Saúde Pública da USP, Marco Akerman é médico, especialista em Saúde Pública e Medicina Social pela Universidade Federal de Minas Gerais, especialista em Gestão Hospitalar para o Setor Público pela Fundação Getúlio Vargas, mestre em Planejamento e Financiamento do Setor de Saúde,  PhD em Epidemiologia e Saúde Pública pela Universidade de Londres e Especialista em Ativação de Mudanças na Graduação de Profissionais de Saúde pela FIOCRUZ.

Editor-Convidado de seis Suplementos Temáticos para as Revistas Científicas: Health Promotion International, Revista de Saúde Pública da USP, Ciência e Saúde Coletiva da ABRASCO, Arquivos Brasileiros de Ciências da Saúde da FMABC. Atua principalmente nos seguintes temas de pesquisa: avaliação de políticas, programas e serviços, determinação social, intersetorialidade, ODS e promoção.

SOBRE O PPGVIDA

O Programa tem como objetivo capacitar profissionais para desenvolver modelos analíticos capazes de subsidiar pesquisas em saúde, apoiar o planejamento, execução e gerenciamento de serviços e ações de controle e o monitoramento de doenças e agravos de interesse coletivo e do Sistema Único de Saúde na Amazônia.

Além disso, o PPGVIDA também visa planejar, propor e utilizar métodos e técnicas para executar investigações na área de saúde, mediante o uso integrado de conceitos e recursos teórico-metodológicos advindos da saúde coletiva, biologia parasitária, epidemiologia, ciências sociais e humanas aplicadas à saúde, comunicação e informação em saúde e de outras áreas de interesse acadêmico, na construção de desenhos complexos de pesquisa sobre a realidade amazônica

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Fiocruz Amazônia promove aula inaugural do curso de especialização em saúde pública

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) promove na próxima sexta-feira, 26/7, às 9h, a aula inaugural do curso de especialização em saúde pública. Com o tema “ Que tipo de sanitaristas o SUS precisa? ”, a aula magna será ministrada pelo Prof. Dr. Emerson Elias Merhy, professor do mestrado profissional em APS e professor permanente da Pós Graduação do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do rio de Janeiro (UFRJ).

Na oportunidade, ocorrerá a assinatura interinstitucional do Acordo de Cooperação Técnica para atividades de Ensino entre a Fiocruz Amazônia e a Secretaria Municipal de Saúde. O evento visa também apresentar o curso de Especialização em Saúde Pública, objetivos, estrutura curricular e cronograma aos especializandos.

A abertura ocorrerá no Salão Canoas, auditório da Instituição, na sede da Fiocruz Amazônia, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, em Manaus.

SOBRE O PALESTRANTE

Emerson Merhy é graduado em Medicina pela Universidade de São Paulo, mestre em Medicina (Medicina Preventiva) pela Universidade de São Paulo e doutor em Saúde Coletiva pela Universidade Estadual de Campinas. É também livre-docente em Planejamento e Gestão em Saúde, pela Unicamp e professor Titular de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro desde 2012, Campus-Macaé.

Atualmente é professor do Mestrado Profissional em APS e professor permanente da Pós Graduação do Instituto de Psicologia da UFRJ . Tem desenvolvido estudos no campo da psicossociologia crítica, comunidades ativas e a produção cotidiana como território de construção das redes vivas de existências, dando foco aos processos de subjetivação e os devires-vidas, humanas e não-humanas.

Coordenador dos Grupos de Pesquisa Micropolítica, Cuidado e Saúde Coletiva, e Rede de Observatórios de Políticas Públicas, Educação e Cuidado em Saúde, que se estendem às UFMG, UFF, UNIRIO, UFES, UFPB, USP, UNICAMP, UFMS, UERJ, UEL, entre outras. Mantém vinculo de ensino e pesquisa com o Instituto de Salud Colectiva – Universidade Nacional de Lanus, Argentina e Universidade de Barcelona através do Grupo Profa Margarida Pla Consuegra. Tem tido relações de intercambio científico com a Universidade de Bolonha pelo Centro de Saúde Internacional.

SOBRE O CURSO

O curso é gratuito e destina-se a profissionais com formação superior completa e que estejam atuando na área da saúde, preferencialmente, em Unidades Básicas de Saúde, Núcleos Ampliados de Atenção à Saúde da Família e Atenção Básica, Centros de Especialidades Odontológicas, Policlínicas Municipais e Centros de Atenção Psicossocial.

A atividade conta com parceria da Semsa-Manaus, por meio da Escola de Saúde Pública de Manaus (Esap/Semsa) e com a Rede Brasileira de Escolas de Saúde Pública (Redescola).

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

“Internacionalização: o caminho para a ciência de qualidade” será tema de aula inaugural na Fiocruz Amazônia

Na próxima quarta-feira, 20/3, será dado início ao ano letivo do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD / Fiocruz Amazônia). A abertura das atividades será marcada pela palestra “Internacionalização: o caminho para a ciência de qualidade”, que será ministrada por Fábio Trindade Maranhão Costa, professor e coordenador de Ações Internacionais do Instituto de Biologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

A aula inaugural dos Cursos de Mestrado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biologia da lnteração Patógeno Hospedeiro (PPGBIO-Interação) e em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia (PPGVIDA), terá início às 9h30, no Salão Canoas, auditório da Unidade, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, Zona Sul de Manaus.

Os programas, cursos e atividades de ensinos desenvolvidos pela Fiocruz Amazônia visam qualificar profissionais para funções especializadas nos campos das ciências e tecnologias em saúde, necessários à sociedade, bem como aprofundar conhecimentos e habilidades, voltando-se prioritariamente para a área de Saúde Coletiva e afins, promovendo atualização sobre os avanços de conhecimentos nesse campo e a ampliação das competências profissionais dos discentes.

Atualmente o Instituto conta com os seguintes cursos de Mestrado: Programa de Pós-Graduação em Biologia da Interação Patógeno-Hospedeiro (PPGBIO-Interação) e o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia (PPGVIDA)

Claudia María Ríos Velásquez, Vice-Diretora de Ensino, Informação e Comunicação falou sobre as espectativas para mais um ano letivo e destacou  a qualidade do ensino da Fiocruz Amazônia. “Nossas expectativas são as melhores, esperamos que os cursos continuem crescendo, que continuem ganhando em qualidade, que os trabalhos dos alunos continuem mantendo um bom nível de qualidade”, disse.

SOBRE O PALESTRANTE

Graduado em Ciências Biológicas pela Universidade de Brasília, mestre e doutor em Microbiologia, Imunologia e Parasitologia pela Universidade Federal de São Paulo e pós-doutor em Parasitologia experimental pelo Institut Pasteur / Université de la Méditerranée, Fábio Trindade é Professor Associado (Livre Docente) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Possui experiência na área de Parasitologia, com ênfase em Protozoologia Parasitária, atuando principalmente nos aspectos imunopatológicos da malária e ZIKA e no desenvolvimento de novas drogas e imunopatogênese. É Coordenador de Ações Internacionais do Instituto de Biologia da UNICAMP, chefe do Dept. de Genética, Evolução, Microbiologia e Imunologia do IB e Editor Acadêmico da revistas PLoS One e Frontiers in Immunology.

SOBRE O PPGVIDA

O Programa tem como objetivo capacitar profissionais para desenvolver modelos analíticos capazes de subsidiar pesquisas em saúde, apoiar o planejamento, execução e gerenciamento de serviços e ações de controle e o monitoramento de doenças e agravos de interesse coletivo e do Sistema Único de Saúde na Amazônia.

Além disso, o PPGVIDA também visa planejar, propor e utilizar métodos e técnicas para executar investigações na área de saúde, mediante o uso integrado de conceitos e recursos teórico-metodológicos advindos da saúde coletiva, biologia parasitária, epidemiologia, ciências sociais e humanas aplicadas à saúde, comunicação e informação em saúde e de outras áreas de interesse acadêmico, na construção de desenhos complexos de pesquisa sobre a realidade amazônica

SOBRE O PPGBIO-INTERAÇÃO

O PPGBIO-Interação tem como essência a dinâmica de transmissão das doenças e as interações moleculares e celulares da relação patógeno-hospedeiro, no âmbito da maior biodiversidade mundial.

O PPGBIO-Interação se enquadra na grande área em Parasitologia devido a pesquisa e ensino terem ênfase na ecoepidemiologia e biodiversidade de micro-organismos e vetores; fatores de virulência, mecanismos fisiopatológicos e imunológicos associados na interação parasito-hospedeiro.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

 

Aula inaugural marca início do ano letivo na Fiocruz Amazônia

Na próxima terça-feira, 6/3, será dado início ao ano letivo do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD / Fiocruz Amazônia). A abertura das atividades será marcada pela palestra “Capacitação de pessoal para o Sistema Único de Saúde (SUS): desafios e perspectivas”, que será ministrada por Manoel Barral Netto, vice-presidente de Educação, Informação e Comunicação, da Fundação Oswaldo Cruz (VPEIC/Fiocruz).

Na oportunidade, também será a aula inaugural do Curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biologia da lnteração Patógeno Hospedeiro (PPGBIO-Interação). O evento terá início às 9h, no Salão Canoas, auditório da Unidade, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, Zona Sul de Manaus.

Os programas, cursos e atividades de ensinos desenvolvidos pela Fiocruz Amazônia visam qualificar profissionais para funções especializadas nos campos das ciências e tecnologias em saúde, necessários à sociedade, bem como aprofundar conhecimentos e habilidades, voltando-se prioritariamente para a área de Saúde Coletiva e afins, promovendo atualização sobre os avanços de conhecimentos nesse campo e a ampliação das competências profissionais dos discentes.

Atualmente o Instituto conta com os seguintes cursos de Mestrado: Programa de Pós-Graduação em Biologia da Interação Patógeno-Hospedeiro (PPGBIO-Interação) e o Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia (PPGVIDA)

SOBRE O PPGVIDA

O Programa tem como objetivo capacitar profissionais para desenvolver modelos analíticos capazes de subsidiar pesquisas em saúde, apoiar o planejamento, execução e gerenciamento de serviços e ações de controle e o monitoramento de doenças e agravos de interesse coletivo e do Sistema Único de Saúde na Amazônia.

Além disso, o PPGVIDA também visa planejar, propor e utilizar métodos e técnicas para executar investigações na área de saúde, mediante o uso integrado de conceitos e recursos teórico-metodológicos advindos da saúde coletiva, biologia parasitária, epidemiologia, ciências sociais e humanas aplicadas à saúde, comunicação e informação em saúde e de outras áreas de interesse acadêmico, na construção de desenhos complexos de pesquisa sobre a realidade amazônica

SOBRE O PPGBIO-INTERAÇÃO

O PPGBIO-Interação tem como essência a dinâmica de transmissão das doenças e as interações moleculares e celulares da relação patógeno-hospedeiro, no âmbito da maior biodiversidade mundial.

O PPGBIO-Interação se enquadra na grande área em Parasitologia devido a pesquisa e ensino terem ênfase na ecoepidemiologia e biodiversidade de micro-organismos e vetores; fatores de virulência, mecanismos fisiopatológicos e imunológicos associados na interação parasito-hospedeiro.

ILMD/ Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento