Posts

Divulgado resultado da 2ª etapa, dia e hora da prova oral do Processo Seletivo para doutorado em Saúde Pública na Amazônia

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), Universidade Federal do Amazonas – UFAM e a Universidade do Estado do Amazonas – UEA, instituições associadas que compõem o Curso de Doutorado em Saúde Pública na Amazônia, divulgou na última segunda-feira, 14/9, o Resultado dos recursos da pontuação dos currículos – 2ª etapa, como também, a distribuição dos candidatos para prova oral, por dia e hora da prova.

Confira a publicação em: https://amazonia.fiocruz.br/?page_id=31931

O Curso possui área de concentração em Estudos de Processo Saúde/Doença/Cuidado na Amazônia, e duas linhas de pesquisas: Linha 1 – Dinâmica, diagnóstico, cuidado clínico e controle de doenças infecciosas endêmicas na Amazônia (4 VAGAS), Linha 2 – Vulnerabilidade, Situações de Saúde, Gestão, Organização e Avaliação de Serviços e Cuidados de APS na Amazônia (11 VAGAS).

Participam do processo de seleção, candidatos portadores de diploma de graduação de duração plena, devidamente reconhecido pelo MEC e de diploma de Mestre em Saúde Coletiva ou áreas afins. O Curso será ministrado em regime integral, com duração mínima de 24 meses e máxima de 48 meses, incluindo a realização da defesa de tese.

ETAPAS

A admissão ao Curso de Doutorado, objeto desta Chamada Pública, será composta de 3 etapas: 1ª Etapa – Homologação das inscrições; 2ª Etapa – Pontuação do Currículo Lattes, conforme comprovações e; 3ª Etapa – Prova Oral. Todas as etapas do processo seletivo são eliminatórias.

BOLSAS

O Doutorado em Saúde Pública na Amazônia não garante a concessão de bolsa de estudo para todos os aprovados. As bolsas disponíveis serão distribuídas, respeitando -se a ordem de classificação geral dos candidatos, as normas das agências de fomento e as estabelecidas pela Comissão de Bolsa do Doutorado em Saúde Pública na Amazônia, até o limite das bolsas.

RESULTADO

A publicação dos resultados de todas as etapas do Processo Seletivo e do resultado final, será na Plataforma SIGA no endereço eletrônico ( www.sigass.fiocruz.br ), no site do ILMD/Fiocruz Amazônia, da UFAM e da UEA.

ILMD / Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça da Fiocruz discute saúde indígena e pandemia

O Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça da Fiocruz promoverá no próximo dia 16 de setembro (excepcionalmente numa quarta-feira), das 10h às 12h, um encontro virtual de formação abordando o tema “A Saúde indígena em tempos de pandemia”.

Como é sabido, a chegada do novo coronavírus (Covid-19) trouxe preocupação para toda a população mundial. No entanto, para populações que já viviam em situações socialmente vulneráveis, como é o caso dos povos e territórios indígenas no Brasil, a pandemia chegou com ares de extermínio. Ainda é bem viva na memória desses povos os efeitos de doenças infecciosas, como gripe e sarampo, que dizimaram etnias e foram usadas como arma contra os povos originários.

Os indígenas brasileiros, em sua totalidade, vivem hoje em situações precárias do ponto de vista social, econômico e alimentar. Além disso, estudos apontam elevadas prevalências de diferentes doenças e agravo s à saúde na população indígena, o que torna essas pessoas mais vulneráveis a complicações do coronavírus. Soma-se a este quadro a dificuldade de acesso aos serviços públicos essenciais, de informação e de um crescente desmonte das políticas indigenistas.

Considerando tudo isso, o Comitê, na sua missão de dialogar e propor ações de equidade de raça, traz a questão da saúde indígena para reflexão do grupo, abrindo o debate para o grande público. Participam desse encontro: Carmem Pankararu, da etnia de mesmo nome (Pankararu), cujo território ocupa os municípios de Petrolândia, Tacaratu e Jatobá, no sertão de Pernambuco, técnica em administração e presidente do Sindicato Nacional dos Profissionais e Trabalhadores de Saúde Indígena; e João Paulo Tukano, da etnia Yepamahsã (Tukano), do município de São Gabriel da Cachoeira (AM), graduado em Filosofia, mestre e doutorando em Antropologia Social pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM), pesquisador do Núcleo de Estudos da Amazônia Indígena (NEAI) e fundador do Centro de Medicina Indígena Bahserikowi.  Para fazer a mediação do debate, o encontro virtual terá a participação de Fabiane Vinente, pesquisadora e antropóloga do Laboratório Território, Ambiente, Saúde e Sustentabilidade do Instituto Leônidas & Maria Deane (Fiocruz Amazônia).

Essa edição do encontro virtual será mediada por Rita Bacuri, integrante do Comitê Pró-Equidade pela Fiocruz Amazônia, e contará tradução para a Língua de sinais brasileira (Libras), a fim de ampliar a acessibilidade e o direito à comunicação e informação. A transmissão será feita pelo canal do YouTube da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz que pode ser acessado em youtube.com/videosaudedistribuidoradafiocruz.

O Comitê

 O Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça da Fiocruz foi criado em 2009, para consolidar uma agenda institucional pelo fortalecimento dos temas étnico-raciais e de gênero na Fundação, colaborando para uma constante atualização e reorientação de suas políticas, bem como de suas ações, seja nas relações de trabalho, seja no atendimento ao público e na produção e popularização do conhecimento. Em 2018, passou a ser gerido por uma coordenação colegiada, sendo a promoção da equidade de gênero, diversidade sexual e das relações étnico-raciais na Fiocruz, prioridade do Comitê, em alinhamento com o posicionamento da instituição em defesa dos direitos humanos, do reconhecimento e valorização da diversidade e combate às desigualdades.

Rita Vasconcelos (Fiocruz PE/ Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça da Fiocruz)

 

PPGVIDA divulga resultado do processo seletivo para vaga de aluno especial

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia (PPGVIDA) do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), através do Serviço de Pós-graduação da Vice Diretoria de Ensino, Informação e Comunicação, divulga o resultado da seleção de candidatos para vagas de aluno especial, em disciplina ofertada.

Confira o resultado AQUI

SOBRE O PPGVIDA

O curso de mestrado em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia tem como objetivo capacitar profissionais para desenvolver modelos analíticos, capazes de subsidiar pesquisas em saúde, apoiar o planejamento, execução e gerenciamento de serviços e ações de controle e o monitoramento de doenças e agravos de interesse coletivo e do Sistema Único de Saúde na Amazônia.

O PPGVIDA também visa planejar, propor e utilizar métodos e técnicas para executar investigações na área de saúde, mediante o uso integrado de conceitos e recursos teórico-metodológicos advindos da saúde coletiva, biologia parasitária, epidemiologia, ciências sociais e humanas aplicadas à saúde, comunicação e informação em saúde e de outras áreas de interesse acadêmico, na construção de desenhos complexos de pesquisa sobre a realidade amazônica.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Considerando a Nota de Esclarecimento divulgada nesta quarta-feira (9/9) pela Fundação de Vigilância e Saúde do Amazonas (FVS-AM), a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), através de sua unidade técnico-científica no Estado do Amazonas, o Instituto Leônidas & Maria Deane, vem respeitosamente contribuir para o debate.

Neste momento em que vivemos a maior pandemia já registrada na história, com consequências graves e elevado número de óbitos em todo o mundo, acreditamos ser de grande relevância a realização de estudos e pesquisas que possam contribuir com a efetividade das ações de saúde pública junto à população do Estado do Amazonas, em especial, um estudo epidemiológico de campo na cidade de Manaus. O objetivo é avaliar a presença de anticorpos para a Covid-19 na população, com uma amostragem populacional significativa e representativa, que nos forneça o suporte científico capaz de auxiliar e orientar em um correto planejamento e monitoramento dessa epidemia, seja para o atual momento, seja para o futuro.

As informações epidemiológicas divulgadas na Nota de Esclarecimento da FVS-AM são esclarecedoras e, de certa forma, já apontam a necessidade de um inquérito epidemiológico de campo, com testagem em massa.

Entendemos que esse desafio deva ser realizado de forma convergente e que favoreça o encontro de todos em torno de um objetivo comum. Assim, informamos que estamos em fase de formatação final de uma proposta, com desenho adequado às condições da cidade de Manaus, em busca dos meios necessários para essa execução. Todas as contribuições serão bem-vindas.

Importante também destacar o principal aspecto que gerou a nota da FVS-AM: as declarações emitidas por um pesquisador do Instituto Leônidas & Maria Deane, que geraram repúdio por parte da FVS–AM, e que “não refletem a isenção dos seus pares pesquisadores da Fiocruz”, na visão dos dirigentes da própria FVS-AM. Cabe à Fiocruz reafirmar seu compromisso com a saúde pública e reconhecer os esforços dispendidos pelos profissionais de saúde da FVS-AM e de outras instituições, e pelas autoridades, nos reservando o papel de levantar questões, dúvidas, críticas e sugestões, de forma sempre respeitosa, e na busca de soluções para o grave momento sanitário pelo qual passa o Estado do Amazonas e o Brasil.

Em busca da superação deste problema, acreditamos que o esforço para a realização do inquérito epidemiológico possa representar um caminho para uma convergência maior entre as duas instituições, que atuam em prol da ciência e da saúde da população.

Foto: Divulgação

Fiocruz Amazônia divulga alteração do cronograma do Processo Seletivo para doutorado em Saúde Pública na Amazônia

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), Universidade Federal do Amazonas – UFAM e a Universidade do Estado do Amazonas – UEA, instituições associadas que compõem o Curso de Doutorado em Saúde Pública na Amazônia, divulgou nesta terça-feira, 8/9, a Republicação da Chamada Pública Nº 007/2020, com alteração do cronograma, referente à publicação do resultado dos recursos e da terceira etapa do processo seletivo

Confira a republicação em: http://www.sigass.fiocruz.br/pub/inscricao.do?codP=826

O Curso possui área de concentração em Estudos de Processo Saúde/Doença/Cuidado na Amazônia, e duas linhas de pesquisas: Linha 1 – Dinâmica, diagnóstico, cuidado clínico e controle de doenças infecciosas endêmicas na Amazônia (4 VAGAS), Linha 2 – Vulnerabilidade, Situações de Saúde, Gestão, Organização e Avaliação de Serviços e Cuidados de APS na Amazônia (11 VAGAS).

Participam do processo de seleção, candidatos portadores de diploma de graduação de duração plena, devidamente reconhecido pelo MEC e de diploma de Mestre em Saúde Coletiva ou áreas afins. O Curso será ministrado em regime integral, com duração mínima de 24 meses e máxima de 48 meses, incluindo a realização da defesa de tese.

ETAPAS

A admissão ao Curso de Doutorado, objeto desta Chamada Pública, será composta de 3 etapas: 1ª Etapa – Homologação das inscrições; 2ª Etapa – Pontuação do Currículo Lattes, conforme comprovações e; 3ª Etapa – Prova Oral. Todas as etapas do processo seletivo são eliminatórias.

BOLSAS

O Doutorado em Saúde Pública na Amazônia não garante a concessão de bolsa de estudo para todos os aprovados. As bolsas disponíveis serão distribuídas, respeitando -se a ordem de classificação geral dos candidatos, as normas das agências de fomento e as estabelecidas pela Comissão de Bolsa do Doutorado em Saúde Pública na Amazônia, até o limite das bolsas.

RESULTADO

A publicação dos resultados de todas as etapas do Processo Seletivo e do resultado final, será na Plataforma SIGA no endereço eletrônico ( www.sigass.fiocruz.br ), no site do ILMD/Fiocruz Amazônia, da UFAM e da UEA.

ILMD / Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

 

 

 

PPGVIDA encerra inscrições para vagas de aluno especial

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia (PPGVIDA) do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), através do Serviço de Pós-graduação da Vice Diretoria de Ensino, Informação e Comunicação, informa o encerramento de vagas para candidatos externos, interessados em disciplina oferecida para o segundo semestre de 2020, sem candidatos inscritos.

As inscrições ocorreram no período de 31 de agosto a 1 de setembro de 2020. Foram duas vagas ofertadas para a disciplina “Tópicos Especiais em Saúde Coletiva: Abordagens participativas para pesquisa em saúde”.

Confira a nota AQUI.

SOBRE O PPGVIDA

O curso de mestrado em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia tem como objetivo capacitar profissionais para desenvolver modelos analíticos, capazes de subsidiar pesquisas em saúde, apoiar o planejamento, execução e gerenciamento de serviços e ações de controle e o monitoramento de doenças e agravos de interesse coletivo e do Sistema Único de Saúde na Amazônia.

O PPGVIDA também visa planejar, propor e utilizar métodos e técnicas para executar investigações na área de saúde, mediante o uso integrado de conceitos e recursos teórico-metodológicos advindos da saúde coletiva, biologia parasitária, epidemiologia, ciências sociais e humanas aplicadas à saúde, comunicação e informação em saúde e de outras áreas de interesse acadêmico, na construção de desenhos complexos de pesquisa sobre a realidade amazônica.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

PPGVIDA abre inscrições para vagas de aluno especial

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia (PPGVIDA) do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), através do Serviço de Pós-graduação da Vice Diretoria de Ensino, Informação e Comunicação, informa a abertura de vagas para candidatos externos, interessados em disciplina oferecida para o segundo semestre de 2020.

As inscrições ocorrerão no período de 31 de agosto a 1 de setembro de 2020. Para se inscrever, os candidatos devem preencher formulário de inscrição, disponível no site institucional e, após preenchimento, o formulário deverá ser impresso, assinado pelo candidato e anexado juntamente com outros documentos estabelecidos no edital.

A seleção dos candidatos ocorrerá no período de 4 a 8 de setembro de 2020. Confira o edital na plataforma SIGA, ou no site da Fiocruz Amazônia.

Os candidatos devem enviar os documentos solicitados em chamada pública, para o e-mail alunoespecial.ilmd@fiocruz.br. O envio da inscrição será considerado até as 16h (horário de Manaus) do último dia.

Para saber mais, confira na Plataforma SIGA, a disciplina ofertada, o formulário de inscrição, o edital e demais informações, para aluno especial do PPGVIDA.

QUEM PODE SE INSCREVER:

Alunos de outros cursos de pós-graduação stricto sensu da Fiocruz;

Alunos de outros cursos de pós-graduação stricto sensu de outras instituições públicas e/ou privadas;

Alunos de curso de pós-graduação lato sensu da Fiocruz;

Alunos de outros cursos de pós-graduação lato sensu de outras instituições públicas e/ou privadas;

Candidatos com curso de pós-graduação lato sensu concluído, que não estejam no momento da inscrição fazendo outro curso de lato sensu ou cursando stricto sensu.

DISCIPLINA OFERTADA

Serão duas vagas ofertadas para a disciplina “Tópicos Especiais em Saúde Coletiva: Abordagens participativas para pesquisa em saúde”.

SOBRE O PPGVIDA

O curso de mestrado em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia tem como objetivo capacitar profissionais para desenvolver modelos analíticos, capazes de subsidiar pesquisas em saúde, apoiar o planejamento, execução e gerenciamento de serviços e ações de controle e o monitoramento de doenças e agravos de interesse coletivo e do Sistema Único de Saúde na Amazônia.

O PPGVIDA também visa planejar, propor e utilizar métodos e técnicas para executar investigações na área de saúde, mediante o uso integrado de conceitos e recursos teórico-metodológicos advindos da saúde coletiva, biologia parasitária, epidemiologia, ciências sociais e humanas aplicadas à saúde, comunicação e informação em saúde e de outras áreas de interesse acadêmico, na construção de desenhos complexos de pesquisa sobre a realidade amazônica.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Fiocruz Amazônia divulga inscrições homologadas para processo seletivo do curso de Doutorado em Saúde Pública na Amazônia

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), Universidade Federal do Amazonas – UFAM e a Universidade do Estado do Amazonas – UEA, instituições associadas que compõem o Curso de Doutorado em Saúde Pública na Amazônia, divulgou nesta sexta-feira, 7/8, o resultado da 1ª Etapa do processo seletivo, referente à homologação das inscrições.

Confira o resultado em: http://www.sigass.fiocruz.br/pub/inscricao.do?codP=826

O Curso possui área de concentração em Estudos de Processo Saúde/Doença/Cuidado na Amazônia, e duas linhas de pesquisas: Linha 1 – Dinâmica, diagnóstico, cuidado clínico e controle de doenças infecciosas endêmicas na Amazônia (4 VAGAS), Linha 2 – Vulnerabilidade, Situações de Saúde, Gestão, Organização e Avaliação de Serviços e Cuidados de APS na Amazônia (11 VAGAS).

Participam do processo de seleção, candidatos portadores de diploma de graduação de duração plena, devidamente reconhecido pelo MEC e de diploma de Mestre em Saúde Coletiva ou áreas afins. O Curso será ministrado em regime integral, com duração mínima de 24 meses e máxima de 48 meses, incluindo a realização da defesa de tese.

ETAPAS

A admissão ao Curso de Doutorado, objeto desta Chamada Pública, será composta de 3 etapas: 1ª Etapa – Homologação das inscrições; 2ª Etapa – Pontuação do Currículo Lattes, conforme comprovações e; 3ª Etapa – Prova Oral. Todas as etapas do processo seletivo são eliminatórias.

BOLSAS

O Doutorado em Saúde Pública na Amazônia não garante a concessão de bolsa de estudo para todos os aprovados. As bolsas disponíveis serão distribuídas, respeitando -se a ordem de classificação geral dos candidatos, as normas das agências de fomento e as estabelecidas pela Comissão de Bolsa do Doutorado em Saúde Pública na Amazônia, até o limite das bolsas.

RESULTADO

A publicação dos resultados de todas as etapas do Processo Seletivo e do resultado final, será na Plataforma SIGA no endereço eletrônico ( www.sigass.fiocruz.br ), no site do ILMD/Fiocruz Amazônia, da UFAM e da UEA.

O início das atividades acadêmicas do doutorado em saúde pública na Amazônia estão previstos para o dia 7/10/2020.

ILMD / Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

 

Fiocruz Amazônia informa mudança no calendário do processo seletivo para o PPGVIDA

O Instituto Leônidas & Maria Deane  (ILMD/Fiocruz Amazônia) divulga a 3º republicação, da chamada pública do processo seletivo, do Mestrado Acadêmico em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia  (PPGVIDA), referente à modificação do calendário em relação a segunda e terceira etapas do processo.

Confira AQUI a republicação.

SOBRE O PPGVIDA

O curso de mestrado em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia tem como objetivo capacitar profissionais para desenvolver modelos analíticos, capazes de subsidiar pesquisas em saúde, apoiar o planejamento, execução e gerenciamento de serviços e ações de controle e o monitoramento de doenças e agravos de interesse coletivo e do Sistema Único de Saúde na Amazônia.

O PPGVIDA também visa planejar, propor e utilizar métodos e técnicas para executar investigações na área de saúde, mediante o uso integrado de conceitos e recursos teórico-metodológicos advindos da saúde coletiva, biologia parasitária, epidemiologia, ciências sociais e humanas aplicadas à saúde, comunicação e informação em saúde e de outras áreas de interesse acadêmico, na construção de desenhos complexos de pesquisa sobre a realidade amazônica.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes

Divulgado resultado dos pedidos de isenção da taxa de inscrição para processo seletivo do curso de Doutorado em Saúde Pública na Amazônia

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), Universidade Federal do Amazonas – UFAM e a Universidade do Estado do Amazonas – UEA, instituições associadas que compõem o Curso de Doutorado em Saúde Pública na Amazônia, divulgou nesta sexta-feira, 7/8, o resultado dos pedidos de isenção da taxa de inscrição, do processo de seleção pública de candidatos, para ingresso no curso de Doutorado em Saúde Pública na Amazônia

Confira o resultado aqui

As inscrições iniciam na próxima segunda-feira, 10/8, e encerram às 16h30 (horário Manaus) do dia 21/8/2020. Somente candidatos brasileiros natos, com dupla nacionalidade, ou candidatos estrangeiros com visto permanente podem se candidatar a esta Chamada Pública.

Os documentos exigidos para inscrição estão listados no edital, e deverão ser digitalizados separadamente em formato “pdf”, não podendo exceder 9 megabytes, por arquivo.

Confira aqui o edital

O Curso possui área de concentração em Estudos de Processo Saúde/Doença/Cuidado na Amazônia, e duas linhas de pesquisas: Linha 1 – Dinâmica, diagnóstico, cuidado clínico e controle de doenças infecciosas endêmicas na Amazônia (4 VAGAS), Linha 2 – Vulnerabilidade, Situações de Saúde, Gestão, Organização e Avaliação de Serviços e Cuidados de APS na Amazônia (11 VAGAS).

Poderão participar do processo de seleção, candidatos portadores de diploma de graduação de duração plena, devidamente reconhecido pelo MEC e de diploma de Mestre em Saúde Coletiva ou áreas afins. O Curso será ministrado em regime integral, com duração mínima de 24 meses e máxima de 48 meses, incluindo a realização da defesa de tese.

ETAPAS

A admissão ao Curso de Doutorado, objeto desta Chamada Pública, será composta de 3 etapas: 1ª Etapa – Homologação das inscrições; 2ª Etapa – Pontuação do Currículo Lattes, conforme comprovações e; 3ª Etapa – Prova Oral. Todas as etapas do processo seletivo são eliminatórias.

BOLSAS

O Doutorado em Saúde Pública na Amazônia não garante a concessão de bolsa de estudo para todos os aprovados. As bolsas disponíveis serão distribuídas, respeitando -se a ordem de classificação geral dos candidatos, as normas das agências de fomento e as estabelecidas pela Comissão de Bolsa do Doutorado em Saúde Pública na Amazônia, até o limite das bolsas.

RESULTADO

A publicação dos resultados de todas as etapas do Processo Seletivo e do resultado final, será na Plataforma SIGA no endereço eletrônico ( www.sigass.fiocruz.br ), no site do ILMD/Fiocruz Amazônia, da UFAM e da UEA.

O início das atividades acadêmicas do doutorado em saúde pública na Amazônia estão previstos para o dia 7/10/2020.

ILMD / Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento