Posts

Avaliação dos Indicadores da Fiocruz Amazônia

Com o objetivo de apresentar a análise dos indicadores institucionais, pesquisadores do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) estiveram reunidos com a direção da Unidade nesta quarta-feira, 5/12, para conhecer o resultado da apuração dos indicadores, referentes ao período 2016-2017.

Durante o evento, foi apresentada a pontuação geral do ILMD quanto aos itens que compõem a matriz de indicadores da Unidade. Os representantes dos laboratórios reuniram-se com a direção e equipe do Programa de Desenvolvimento Institucional (PDI-ILMD) para tomar conhecimento do desempenho individual e traçar estratégias de ação, com base nos indicadores.

Agora, com esses dados, cada laboratório irá revisar sua pontuação minunciosamente e, no início de 2019, deverá apresentar devolutiva para a direção. Os dados revisados serão sistematizados e apresentados em sua forma definitiva para a comunidade ILMD, para servirem de ferramenta de planejamento tanto ao próprio laboratório, quanto em nível institucional.

Os indicadores que compõem a avaliação foram selecionados pela Comissão de Indicadores Institucionais, instituída pela Portaria Fiocruz Nº 017- 01/09/2016, e compostos por três categorias: pesquisa, ensino e gestão.

As avaliações foram pautadas nos seguintes princípios: impessoalidade, transparência e credibilidade, continuidade e regularidade, objetividade e clareza, respeito à identidade institucional, disposição para a mudança, e atuação efetiva.

 

Ascom-ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Imagem: FreepiK

Fiocruz Amazônia elabora Plano de Desenvolvimento Institucional 2018 – 2021

Em abril de 2018 iniciou a caminhada para elaboração do, Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) 2018 – 2021 do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/ Fiocruz Amazônia). O PDI é o documento e instrumento de planejamento a ser considerado na gestão estratégica do Instituto nos próximos anos e será elaborado em alinhamento com as Teses e Diretrizes institucionais da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), elaboradas no VIII Congresso Interno da Instituição.

Durante a apresentação das Comissões formadas pelos delegados e observadores do VIII Congresso Interno da Fundação, e de bolsistas do Projeto de Gestão e Desenvolvimento Institucional (PGDI), o Diretor da Fiocruz Amazônia, Sérgio Luiz Bessa Luz, apresentou um balanço da participação dos representantes do ILMD/Fiocruz Amazônia no VIII Congresso, e enfatizou um marco importante para a Fiocruz na região: a aprovação da Tese 9 – “Tese Amazônia”, proposta pela Instituição.

TESE DA AMAZÔNIA

Discutida e aprovada no VIII Congresso Interno da Fiocruz, a TESE 9 (tese da Amazônia), pontua principalmente o reconhecimento da Amazônia como componente essencial do projeto de integração nacional e alvo do interesse internacional, além do papel estratégico na geração de conhecimento e inovação em saúde, em parceria com instituições da região, para a salvaguarda da soberania brasileira no território da Amazônia Legal.

Para Sérgio Luz, a participação de todos é fundamental para o alcance dos objetivos, de modo mais eficiente e efetivo, com a otimização de esforços e recursos pelo Instituto. “O comprometimento de todos, quer da administração superior como de toda a comunidade do ILMD, é requisito básico para que o PDI ILMD/Fiocruz Amazônia tenha sucesso.  Nesse sentido, a metodologia proposta buscou o envolvimento de todos na etapa de diagnóstico institucional, e será a tônica nas próximas etapas, como a de consolidação do documento PDI, de execução, de acompanhamento e de avaliação do processo a ser desenvolvido”, destacou.

Na oportunidade, Sérgio Luiz destacou a decisão estratégica de esperar para produzir o PDI institucional, considerando sua reeleição e a possibilidade do PDI (2018-2021) ILMD/Fiocruz Amazônia ser fundamentado nas teses e diretrizes aprovadas no VIII Congresso Interno da Fiocruz e divulgadas em março de 2018. O diretor convidou todos a participarem efetivamente da elaboração do PDI, e atividades de construção do documento que será apresentado no Fórum das Unidades Regionais (FUR), a ser realizado em Manaus, no mês de agosto.

SOBRE O PDI

O PDI (2018-2021) – ILMD/Fiocruz Amazônia, caracteriza a identidade institucional da Fiocruz Amazônia, definindo sua missão e visão de futuro, além das estratégias, diretrizes e políticas a serem seguidas para o alcance de seus objetivos e metas. O documento elaborado deverá nortear a tomada de decisões em níveis estratégicos, táticos e operacionais, assegurando a prática de uma gestão democrática, responsável e transparente.

Para a Presidente da Comissão Executiva do PDI, Maria Olívia Simão, o plano possibilitará a construção de relevantes estratégias, que visam oportunizar o desenvolvimento da Fiocruz Amazônia. “A ideia é pensar a Instituição a médio e longo prazo. É claro que as urgências acontecem, os temas emergenciais surgem, mas precisamos nos planejar para fazer antecipadamente uma análise de contexto que revelam oportunidades para a instituição crescer, além de novas diretrizes e caminhos que podem ser trilhados para o processo de fortalecimento da atuação da Fiocruz no território Amazônico”, explicou.

REUNIÕES

As reuniões da Comissão Executiva designada pela Portaria n.º 17/2018 – GAB/ILMD/ Fiocruz Amazônia, para a elaboração da proposta do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI – 2018 – 2021) já estão acontecendo. O resultado dessas reuniões será ainda discutido com grupos focais e posteriormente pelo Conselho Deliberativo do ILMD e aprovado em Assembléia Geral.

A Comissão Executiva do PDI organiza e executa o processo conforme metodologia aprovada pela Comissão Central; pesquisa nos documentos oficiais dados que serão inseridos no documento; consolida os Eixos Temáticos Essenciais, além de elaborar o documento final do PDI (2018-2021) ILMD/Fiocruz Amazônia para encaminhamento a Comissão Central.

CONCEITO DA MARCA

Apresentada durante o lançamento do PDI ILMD/Fiocruz Amazônia, a marca remete a Tese 9 – Amazônia, apresentada pelo Instituto e aprovada no VIII Congresso Interno da Fiocruz. A formação do tronco da árvore representa o maior valor da Instituição: as pessoas, e por meio delas a parceria da Fiocruz com as demais instituições da região em um esforço de integração nacional.

As folhas diversas que brotam das pessoas remetem à diversidade Amazônica representada por diversos matizes, o ideal de sustentabilidade, o desafio do ILMD de se renovar sempre para se desenvolver como uma Unidade da Fiocruz compromissada com uma Amazônia soberana.

 ILMD Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Fotos: Eduardo Gomes