Posts

Divulgado resultado dos pedidos de isenção da taxa de inscrição para processo seletivo do curso de Doutorado em Saúde Pública na Amazônia

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), Universidade Federal do Amazonas – UFAM e a Universidade do Estado do Amazonas – UEA, instituições associadas que compõem o Curso de Doutorado em Saúde Pública na Amazônia, divulgou nesta sexta-feira, 7/8, o resultado dos pedidos de isenção da taxa de inscrição, do processo de seleção pública de candidatos, para ingresso no curso de Doutorado em Saúde Pública na Amazônia

Confira o resultado aqui

As inscrições iniciam na próxima segunda-feira, 10/8, e encerram às 16h30 (horário Manaus) do dia 21/8/2020. Somente candidatos brasileiros natos, com dupla nacionalidade, ou candidatos estrangeiros com visto permanente podem se candidatar a esta Chamada Pública.

Os documentos exigidos para inscrição estão listados no edital, e deverão ser digitalizados separadamente em formato “pdf”, não podendo exceder 9 megabytes, por arquivo.

Confira aqui o edital

O Curso possui área de concentração em Estudos de Processo Saúde/Doença/Cuidado na Amazônia, e duas linhas de pesquisas: Linha 1 – Dinâmica, diagnóstico, cuidado clínico e controle de doenças infecciosas endêmicas na Amazônia (4 VAGAS), Linha 2 – Vulnerabilidade, Situações de Saúde, Gestão, Organização e Avaliação de Serviços e Cuidados de APS na Amazônia (11 VAGAS).

Poderão participar do processo de seleção, candidatos portadores de diploma de graduação de duração plena, devidamente reconhecido pelo MEC e de diploma de Mestre em Saúde Coletiva ou áreas afins. O Curso será ministrado em regime integral, com duração mínima de 24 meses e máxima de 48 meses, incluindo a realização da defesa de tese.

ETAPAS

A admissão ao Curso de Doutorado, objeto desta Chamada Pública, será composta de 3 etapas: 1ª Etapa – Homologação das inscrições; 2ª Etapa – Pontuação do Currículo Lattes, conforme comprovações e; 3ª Etapa – Prova Oral. Todas as etapas do processo seletivo são eliminatórias.

BOLSAS

O Doutorado em Saúde Pública na Amazônia não garante a concessão de bolsa de estudo para todos os aprovados. As bolsas disponíveis serão distribuídas, respeitando -se a ordem de classificação geral dos candidatos, as normas das agências de fomento e as estabelecidas pela Comissão de Bolsa do Doutorado em Saúde Pública na Amazônia, até o limite das bolsas.

RESULTADO

A publicação dos resultados de todas as etapas do Processo Seletivo e do resultado final, será na Plataforma SIGA no endereço eletrônico ( www.sigass.fiocruz.br ), no site do ILMD/Fiocruz Amazônia, da UFAM e da UEA.

O início das atividades acadêmicas do doutorado em saúde pública na Amazônia estão previstos para o dia 7/10/2020.

ILMD / Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

 

Fiocruz Amazônia abre inscrições para Curso de Doutorado em Saúde Pública na Amazônia

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), Universidade Federal do Amazonas – UFAM e a Universidade do Estado do Amazonas – UEA, instituições associadas que compõem o Curso de Doutorado em Saúde Pública na Amazônia, tornam pública a abertura de inscrições para o processo de seleção pública de candidatos, para ingresso no curso de doutorado.

As inscrições iniciam no dia 10/8, e encerram às 16h30 (horário Manaus) do dia 21/8/2020. Somente candidatos brasileiros natos, com dupla nacionalidade, ou candidatos estrangeiros com visto permanente podem se candidatar a esta Chamada Pública.

Os documentos exigidos para inscrição estão listados no edital, e deverão ser digitalizados separadamente em formato “pdf”, não podendo exceder 9 megabytes, por arquivo.

Confira aqui o edital.

O Curso possui área de concentração em Estudos de Processo Saúde/Doença/Cuidado na Amazônia, e duas linhas de pesquisas: Linha 1 – Dinâmica, diagnóstico, cuidado clínico e controle de doenças infecciosas endêmicas na Amazônia (4 VAGAS), Linha 2 – Vulnerabilidade, Situações de Saúde, Gestão, Organização e Avaliação de Serviços e Cuidados de APS na Amazônia (11 VAGAS).

Poderão participar do processo de seleção, candidatos portadores de diploma de graduação de duração plena, devidamente reconhecido pelo MEC e de diploma de Mestre em Saúde Coletiva ou áreas afins. O Curso será ministrado em regime integral, com duração mínima de 24 meses e máxima de 48 meses, incluindo a realização da defesa de tese.

ETAPAS

A admissão ao Curso de Doutorado, objeto desta Chamada Pública, será composta de 3 etapas: 1ª Etapa – Homologação das inscrições; 2ª Etapa – Pontuação do Currículo Lattes, conforme comprovações e; 3ª Etapa – Prova Oral. Todas as etapas do processo seletivo são eliminatórias.

BOLSAS

O Doutorado em Saúde Pública na Amazônia não garante a concessão de bolsa de estudo para todos os aprovados. As bolsas disponíveis serão distribuídas, respeitando -se a ordem de classificação geral dos candidatos, as normas das agências de fomento e as estabelecidas pela Comissão de Bolsa do Doutorado em Saúde Pública na Amazônia, até o limite das bolsas.

RESULTADO

A publicação dos resultados de todas as etapas do Processo Seletivo e do resultado final, será na Plataforma SIGA no endereço eletrônico ( www.sigass.fiocruz.br ), no site do ILMD/Fiocruz Amazônia, da UFAM e da UEA.

O início das atividades acadêmicas do doutorado em saúde pública na Amazônia estão previstos para o dia 7/10/2020.

ILMD / Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Fiocruz Amazônia recebe inscrições para o PPGVIDA até 3 de julho

O Instituto Leônidas & Maria Deane  (ILMD/Fiocruz Amazônia) recebe até 3/7, as inscrições para o processo seletivo do Mestrado Acadêmico em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia  (PPGVIDA).

Para esta chamada pública estão sendo oferecidas 15 vagas nas seguintes linhas de pesquisa: Fatores sócio biológicos no processo saúde -doença na Amazônia (10 vagas);  e Processo saúde, doença e organização da atenção a populações indígenas e outros grupos em situações de vulnerabilidade (5 vagas).

Confira o edital.

SOBRE O PPGVIDA

O curso de mestrado em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia tem como objetivo capacitar profissionais para desenvolver modelos analíticos, capazes de subsidiar pesquisas em saúde, apoiar o planejamento, execução e gerenciamento de serviços e ações de controle e o monitoramento de doenças e agravos de interesse coletivo e do Sistema Único de Saúde na Amazônia.

O PPGVIDA também visa planejar, propor e utilizar métodos e técnicas para executar investigações na área de saúde, mediante o uso integrado de conceitos e recursos teórico-metodológicos advindos da saúde coletiva, biologia parasitária, epidemiologia, ciências sociais e humanas aplicadas à saúde, comunicação e informação em saúde e de outras áreas de interesse acadêmico, na construção de desenhos complexos de pesquisa sobre a realidade amazônica.

 ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes

Resultado dos pedidos de isenção da taxa de inscrição do PPGVIDA

O Instituto Leônidas & Maria Deane  (ILMD/Fiocruz Amazônia) divulgou o resultado dos pedidos de isenção da taxa de inscrição da Chamada Pública Nº006/2020, referente ao processo seletivo do Mestrado Acadêmico em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia  (PPGVIDA).

O resultado está disponível na Plataforma SIGA da Fiocruz em http://www.sigass.fiocruz.br/pub/inscricao.do?codP=120

A inscrição para o processo seletivo inicia hoje, 15/6, e vai até o próximo dia 3 de julho.

Para esta chamada pública estão sendo oferecidas 15 vagas nas seguintes linhas de pesquisa: Fatores sócio biológicos no processo saúde -doença na Amazônia (10 vagas);  e Processo saúde, doença e organização da atenção a populações indígenas e outros grupos em situações de vulnerabilidade (5 vagas).

Confira o edital.

SOBRE O PPGVIDA

O curso de mestrado em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia tem como objetivo capacitar profissionais para desenvolver modelos analíticos, capazes de subsidiar pesquisas em saúde, apoiar o planejamento, execução e gerenciamento de serviços e ações de controle e o monitoramento de doenças e agravos de interesse coletivo e do Sistema Único de Saúde na Amazônia.

O PPGVIDA também visa planejar, propor e utilizar métodos e técnicas para executar investigações na área de saúde, mediante o uso integrado de conceitos e recursos teórico-metodológicos advindos da saúde coletiva, biologia parasitária, epidemiologia, ciências sociais e humanas aplicadas à saúde, comunicação e informação em saúde e de outras áreas de interesse acadêmico, na construção de desenhos complexos de pesquisa sobre a realidade amazônica.

 ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas

Inscrições prorrogadas para a Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente

Em função dos impactos causados pelo isolamento social para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus, a Coordenação da Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente (Obsma) anunciou a prorrogação das inscrições da 10ª edição, que estavam previstas até o dia 30 de junho.

A partir de agora, professores da educação básica de todo o país terão até o dia 13 de dezembro, para inscrever os trabalhos de seus alunos do Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) e Ensino Médio (incluindo a Educação de Jovens e Adultos – EJA), desenvolvidos entre 2019 e 2020, nas modalidades  Produção Audiovisual, Produção de Textos e Projeto de Ciências.

A medida foi adotada para que professores e alunos tenham tempo hábil para a idealização e desenvolvimento dos trabalhos. Além disso, a decisão reforça o Plano de Contingência da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) para o enfrentamento ao Covid-19 em todo o território nacional.

Os trabalhos inscritos devem ser originais e abordar obrigatoriamente as temáticas relacionadas à saúde e o meio ambiente. O processo de avaliação será dividido em duas etapas: regional e nacional, sendo que os premiados na etapa regional estarão aptos a concorrer à etapa nacional.

A iniciativa premiará os 36 melhores trabalhos sobre saúde e meio ambiente com uma viagem ao Rio de Janeiro, para que alunos e professores participem de atividades científicas e culturais na cidade. Além da premiação nacional, também será oferecido o Prêmio “Menina Hoje, Cientista Amanhã” a um trabalho desenvolvido especificamente por grupos de alunas e professoras do gênero feminino.

As inscrições para a 10ª Obsma, devem ser realizadas exclusivamente pelo site oficial www.olimpiada.fiocruz.br. Também é de fundamental importância que os professores leiam o regulamento completo e se atentem ao envio dos trabalhos de acordo com a sua região. Para facilitar a organização, a Olimpíada está dividida em seis Coordenações Regionais: Centro Oeste, Minas-Sul, Nordeste I, Nordeste II, Norte e Sudeste (os endereços estão disponíveis no site).

Para acompanhar todas as novidades sobre a Obsma, fique atento às nossas redes sociais: Facebook e Instagram. Por meio desses canais, são compartilhados diariamente conteúdos e informações de grande relevância e, em breve, também serão divulgados novas ações e projetos voltados aos professores.

Em caso de dúvidas, o professor deve entrar em contato com a Coordenação da Olimpíada pelo e-mail: olimpiada@fiocruz.br ou o telefone (21) 3882-9291.

 ICC/Fiocruz Paraná, por Samantha Mahara Martynowicz

PPGVIDA da Fiocruz Amazônia prorroga inscrições do processo seletivo para candidatos estrangeiros até 29/10

Foram prorrogadas até o dia 29/10, as inscrições para processo de seleção pública de candidatos estrangeiros, para ingresso no Curso de Mestrado Acadêmico do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia (PPGVIDA), do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), conforme Chamada Pública N.007/2019.

Para a republicação CLIQUE AQUI

As vagas são destinadas a candidatos estrangeiros. O ingresso de alunos estrangeiros ao Curso de Mestrado será realizado mediante processo seletivo simplificado, nos termos da chamada pública e cronograma com todos os eventos das etapas, conforme disponível no edital.

Para esta Chamada Pública, serão oferecidas seis vagas, devendo o candidato, obrigatoriamente, escolher uma das duas linhas de pesquisa e os respectivos projetos: Fatores sócio biológicos no processo saúde-doença na Amazônia, com 3 vagas; Processo Saúde, Doença e Organização da Atenção a populações indígenas e outros grupos em situações de vulnerabilidade, com 3 vagas. O curso, cujas vagas são oferecidas, terá sede em Manaus – AM.

Poderão participar do processo de seleção, candidatos que até a data da matrícula institucional, possuam diploma de graduação de duração plena, devidamente reconhecido pela instância competente de seu país. O Curso será ministrado em regime integral, com duração mínima de 12 meses e máxima de 24 meses, incluindo a realização da defesa de dissertação.

Os candidatos estrangeiros interessados em cursar o Mestrado em Condições de Vida e Situações de Saúde na Amazônia no ILMD/Fiocruz Amazônia devem encaminhar a documentação descrita no edital para o e-mail selecaoppgvida.ilmd@f iocruz.br

O resultado do processo seletivo será divulgado no dia 6/12.

SOBRE O CURSO

O curso de Mestrado de Condições de vida e situações de saúde na Amazônia tem como objetivo capacitar profissionais para desenvolver modelos analíticos, capazes de subsidiar pesquisas em saúde, apoiar o planejamento, execução e gerenciamento de serviços e ações de controle e o monitoramento de doenças e agravos de interesse coletivo e do Sistema Único de Saúde na Amazônia.

O programa também visa planejar, propor e utilizar métodos e técnicas para executar investigações na área de saúde, mediante o uso integrado de conceitos e recursos teórico-metodológicos advindos da saúde coletiva, biologia parasitária, epidemiologia, ciências sociais e humanas aplicadas à saúde, comunicação e informação em saúde e de outras áreas de interesse acadêmico, na construção de desenhos complexos de pesquisa sobre a realidade amazônica.

Ascom/ILMD Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes
Imagem: Mackesy Nascimento

Abertas as inscrições para a 10ª edição da Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente

Já estão abertas as inscrições para a 10ª edição da Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente (Obsma), da Fundação Oswaldo Cruz. As inscrições iniciaram no sábado (21/9), data em que é comemorado o Dia Mundial da Árvore. Professores da educação básica de todo o país podem inscrever projetos desenvolvidos com seus alunos do Ensino Fundamental II (6º ao 9º ano) e  do Ensino Médio, realizados no período de 2019 – 2020, nas categorias Produção Audiovisual, Produção de Textos e Projeto de Ciências.

A Olimpíada vai premiar os 36 melhores trabalhos sobre saúde e meio ambiente com uma viagem ao Rio de Janeiro, para alunos e professores vencedores, que vão, na oportunidade, participar de atividades científicas e culturais na cidade. Além da premiação nacional, será oferecido o Prêmio Menina Hoje, Cientista Amanhã a um trabalho desenvolvido por grupos de alunas e professoras do gênero feminino.

Para realizar a inscrição na 10ª Obsma, o professor deve ler o regulamento, preencher o formulário no site oficial  e enviar o trabalho para a regional correspondente da Obsma ao seu Estado, confira os endereços no site da Olimpíada.

Em caso de dúvidas, o professor deve entrar em contato com a Coordenação pelo e-mail olimpiada@fiocruz.br ou pelo telefone (21) 2560-8259. Interessados também podem acompanhar informações sobre a Olimpíada no Instagram da Obsma,  no Facebook (www.facebook.com/obsma) e no Twitter (www.twitter.com/obsma).

Fonte: Obsma
Foto (arquivo): Peter Ilicciev

Fiocruz Amazônia abre inscrições para processo seletivo do PPGBIO-Interação

Iniciaram nesta sexta-feira, 6/9, as inscrições para o processo seletivo do curso de Mestrado Acadêmico do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biologia da Interação Patógeno Hospedeiro – PPGBIO-Interação, do Instituto Leônidas & Maria Deane  (ILMD/Fiocruz Amazônia). Os interessados podem se inscrever por meio de formulário online, disponível na Plataforma Siga: http://www.sigass.fiocruz.br/pub/inscricao.do?codP=127

A Chamada Pública Nº 008/2019 do Programa oferece 20 vagas, distribuídas entre duas linhas de pesquisa: Eco epidemiologia das doenças transmissíveis; e Bioquímica, biologia celular e molecular de patógenos e seus vetores. Até o dia 12/9, ocorre o período para solicitação da isenção da taxa de inscrição.

Para se inscrever, o candidato deverá apresentar a documentação solicitada no Edital. A admissão no Curso de Mestrado será feita através de processo seletivo que é composto das seguintes etapas: Homologação das inscrições, Prova Escrita, Prova Oral e análise do currículo lattes. A 2ª e 3ª etapas do processo seletivo são eliminatórias. As inscrições ocorrem até o dia 16/10.

A primeira etapa compreenderá a análise, pela Comissão de Seleção da documentação, apresentada pelo candidato. A segunda etapa, Prova Escrita, será discursiva e valerá 10 (dez) pontos. A terceira etapa será a Prova Oral, que compreende a avaliação do projeto de pesquisa e entrevista. A quarta etapa, referente a analise do currículo será classificatória.

O início das aula está previsto para ocorrer no dia 2/3/2020.

SOBRE O PPGBIO-INTERAÇÃO

O Programa de Pós-Graduação em Biologia da Interação Patógeno-Hospedeiro é curso strictu sensu que tem como essência a dinâmica de transmissão das doenças e as interações moleculares e celulares da relação patógeno-hospedeiro no âmbito da maior biodiversidade mundial.

O PPGBIO-Interação se enquadra na grande área em Parasitologia devido a pesquisa e ensino terem ênfase na eco-epidemiologia e biodiversidade de micro-organismos e vetores; fatores de virulência, mecanismos fisiopatológicos e imunológicos associados na interação parasito-hospedeiro.

Estes diversos aspectos são os principais delineadores para escolha da área de concentração da Ciências Biológicas III, por esta ser uma área multidisciplinar e baseada no eixo bioquímica, genética, biológico, celular e molecular. Os alunos recebem uma formação em áreas estratégicas por sua importância e que precisam ser desenvolvidas no Estado.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes

2ª Republicação: Programa de Iniciação Científica da Fiocruz Amazônia prorroga inscrições até 18/6

A coordenação do Programa de Iniciação Científica do Instituto Leônidas & Maria Deane (PIC-ILMD/Fiocruz Amazônia) divulgou nesta segunda-feira, 17/6, a 2ª Republicação do Edital de inscrições para o Programa de Iniciação Científica (PIC – ILMD/ Fiocruz Amazônia). O período de inscrições foi prorrogado até 23h59, desta terça-feira, 18/6, para estudantes de graduação interessados em desenvolver projetos de iniciação científica.

Podem participar estudantes de cursos de graduação de instituições de ensino superior públicas ou privadas reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). O candidato deve estar regularmente matriculado e ter Coeficiente de Rendimento Acumulado (CRA) com valor igual ou maior que 7,0 (no caso de bolsa nova) e não ter reprovação em disciplinas afins às atividades do projeto de pesquisa que pretende desenvolver, além de outras condições, conforme edital.

Os estudantes interessados devem buscar a área de interesse no site da instituição, www.amazonia.fiocruz.br, e verificar as linhas de pesquisa e orientadores que trabalhem nessas áreas. Depois, entrar em contato com o próprio pesquisador ou com a secretaria do PIC, através do e-mail pic.ilmd@fiocruz.br , para saber da disponibilidade de vaga.

Acesse aqui o edital do PIC-ILMD/Fiocruz Amazônia.

As bolsas serão concedidas por um período de 12 meses, de 1º.  de agosto de 2019 até 30 de julho de 2020, com possibilidades de renovação.

O PIC-ILMD/Fiocruz Amazônia é desenvolvido em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e com Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec/Fiocruz).

SOBRE O PIC

O Programa de Iniciação Científica da Fiocruz Amazônia tem como objetivos despertar a vocação científica e incentivar novos talentos potenciais entre estudantes de graduação; contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa e inovação tecnológica nos Determinantes Socioculturais, Ambientais e Biológicos do Processo Saúde-Doença-Cuidado para a melhoria das condições sociossanitárias na Amazônia;  estimular pesquisadores produtivos a envolverem estudantes de graduação em suas atividades científicas, tecnológicas e profissionais; e proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, bem como estimular o desenvolvimento do pensamento científico e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas estudados ou alvo da pesquisa.

As bolsas são pagas diretamente aos bolsistas, mediante depósito mensal em conta bancária. O valor da mensalidade é estipulado pelo Conselho Diretor da Fapeam e pela Fiotec, conforme a vinculação da bolsa.

ILMD/Fiocruz Amazônia por Eduardo Gomes
Foto: Eduardo Gomes

Programa de Iniciação Científica da Fiocruz Amazônia prorroga inscrições até 17/6

A coordenação do Programa de Iniciação Científica do Instituto Leônidas & Maria Deane (PIC-ILMD/Fiocruz Amazônia) prorrogou até 15h, da próxima segunda-feira, 17/6, as inscrições de estudantes de graduação interessados em desenvolver projetos de iniciação científica.

Podem participar estudantes de cursos de graduação de instituições de ensino superior públicas ou privadas reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC). O candidato deve estar regularmente matriculado e ter Coeficiente de Rendimento Acumulado (CRA) com valor igual ou maior que 7,0 (no caso de bolsa nova) e não ter reprovação em disciplinas afins às atividades do projeto de pesquisa que pretende desenvolver, além de outras condições, conforme edital.

Os estudantes interessados devem buscar a área de interesse no site da instituição, www.amazonia.fiocruz.br, e verificar as linhas de pesquisa e orientadores que trabalhem nessas áreas. Depois, entrar em contato com o próprio pesquisador ou com a secretaria do PIC, através do e-mail pic.ilmd@fiocruz.br , para saber da disponibilidade de vaga.

Acesse aqui o edital do PIC-ILMD/Fiocruz Amazônia.

As bolsas serão concedidas por um período de 12 meses, de 1º.  de agosto de 2019 até 30 de julho de 2020, com possibilidades de renovação.

O PIC-ILMD/Fiocruz Amazônia é desenvolvido em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e com Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec/Fiocruz).

SOBRE O PIC

O Programa de Iniciação Científica da Fiocruz Amazônia tem como objetivos despertar a vocação científica e incentivar novos talentos potenciais entre estudantes de graduação; contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa e inovação tecnológica nos Determinantes Socioculturais, Ambientais e Biológicos do Processo Saúde-Doença-Cuidado para a melhoria das condições sociossanitárias na Amazônia;  estimular pesquisadores produtivos a envolverem estudantes de graduação em suas atividades científicas, tecnológicas e profissionais; e proporcionar ao bolsista, orientado por pesquisador qualificado, a aprendizagem de técnicas e métodos de pesquisa, bem como estimular o desenvolvimento do pensamento científico e da criatividade, decorrentes das condições criadas pelo confronto direto com os problemas estudados ou alvo da pesquisa.

As bolsas são pagas diretamente aos bolsistas, mediante depósito mensal em conta bancária. O valor da mensalidade é estipulado pelo Conselho Diretor da Fapeam e pela Fiotec, conforme a vinculação da bolsa.

ILMD/Fiocruz Amazônia por Eduardo Gomes
Foto: Eduardo Gomes