Posts

Fiocruz Amazônia seleciona facilitadores para atuarem em curso de atualização no interior do Amazonas

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) divulga a Chamada Pública Nº 006/2019 para a seleção de profissionais com nível superior que irão atuar nos municípios do Amazonas como facilitadores, para a realização do curso de atualização Organização de Ações de Vigilância, Prevenção e Controle de Agravos Notificáveis e Organização de Ações de Monitoramento de Agravos Imunopreveníveis.

Os interessados em concorrer às vagas devem ler com atenção o edital. As inscrições estão abertas no período de 8 a 17 de julho. Esclarecimentos sobre documentos e envio de inscrição podem ser solicitados somente por e-mail, para o endereço eletrônico duvidaslato.ilmd@fiocruz.br.

Para este processo seletivo estão sendo ofertadas 30 vagas. A seleção será feita em duas etapas, sendo a primeira de Avaliação de Currículo com Comprovação dos Itens de Pontuação e, a segunda, de Avaliação de Desempenho.

Acesse a Chamada Pública Nº 006/2019.

REQUISITOS

  1. Possuir nível superior completo, preferencialmente na área de saúde;
  2. Ter boa capacidade de comunicação e de relacionamento interpessoais;
  3. Ter disponibilidade de dedicação exclusiva durante todo o período de realização das ações educativas, inclusive nos finais de semana;
  4. Ter disponibilidade para participar de todas as etapas do treinamento/capacitação a ser realizado na cidade de Manaus (AM).

SOBRE O QUALIFICASUS

O Projeto QualificaSUS  é uma iniciativa do ILMD/Fiocruz Amazônia  que tem como objetivo qualificar o corpo de trabalhadores no nível da gestão e do serviço das Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Amazonas e órgãos parceiros, a fim de proporcionar um serviço de melhor qualidade e efetividade aos usuários do SUS.

São cursos de atualização, especialização e mestrado que adotarão modelo pedagógico pautado na integração ensino-serviço, na problematização da realidade local, na valorização do conhecimento e experiência do trabalhador, entendido como sujeito das práticas de gestão e sanitárias desenvolvidas nas unidades de saúde.

Os cursos serão ofertados em todos os 61 municípios, além da capital Manaus. A iniciativa conta com recursos oriundos de emenda 71040010, da bancada parlamentar do Amazonas e com parceria do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas  (Cosems-AM).

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Imagem: Mackesy Nascimento

 

Divulgada lista dos aprovados para a terceira fase da seleção para bolsista Programador de Sistemas Web

O Serviço de Gestão de Tecnologia da Informação (SeGTI), do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) divulga o resultado da 2ª fase da seleção para bolsista Programador de Sistemas Web.

Acesse aqui a lista dos aprovados para a segunda fase.

Acesse aqui o gabarito da prova prática.

Os candidatos aprovados para a fase seguinte devem comparecer à Fiocruz Amazônia, conforme informações contidas no edital:

  • Local: Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD)
  • Sala: Laboratório de Informática (LABINFO) – Sala 03, térreo.
  • Endereço: Rua Teresina, 476, Adrianópolis, Manaus-AM
  • Data: 26/4/2019
  • Horário de Início: às 10h

O candidato selecionado vai atuar no SeGTI da Fiocruz Amazônia, onde irá executar programação de sistemas, realizar pesquisas, verificar e examinar demandas, além de propor e cumprir cronograma de execução de trabalhos, dentre outras atividades.  Para tanto, espera-se que o interessado tenha conhecimento em tecnologias PHP, JAVASCRIPT, HTML5, CSS3; Banco de dados MySQL , e em servidores Linux Debian.

A carga horária é de 40h semanais. O valor da bolsa varia de acordo com tempo de experiência profissional de R$ 2.156,00 a R$ 3.440,00.

A bolsa é por 12 meses, podendo ser prorrogada. O início das atividades está previsto para o próximo dia 2 de maio. A seleção será feita por meio de análise curricular e provas objetiva e prática.

ILMD/Fiocruz Amazônia

Sai a lista dos aprovados para a segunda fase da seleção para  bolsista Programador de Sistemas Web

O Serviço de Gestão de Tecnologia da Informação (SeGTI), do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) divulga o resultado da 1ª fase da seleção para bolsista Programador de Sistemas Web.

Acesse aqui a lista dos aprovados para a segunda fase.

Os candidatos aprovados para a fase seguinte devem comparecer à Fiocruz Amazônia, conforme  informações contidas no edital:

  • Local: Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD)
  • Sala: Laboratório de Informática (LABINFO) – Sala 03, térreo.
  • Endereço: Rua Teresina, 476, Adrianópolis, Manaus-AM
  • Data: 20/4/2019
  • Horário de Início: às 9h

O candidato deve chegar ao local da prova 30 minutos antes do início, e levar consigo apenas canetas nas cores preta ou azul, não será permitida consulta de qualquer tipo de dispositivo eletrônico.

O candidato selecionado vai atuar no SeGTI da Fiocruz Amazônia, onde irá executar programação de sistemas, realizar pesquisas, verificar e examinar demandas, além de propor e cumprir cronograma de execução de trabalhos, dentre outras atividades.  Para tanto, espera-se que o interessado tenha conhecimento em tecnologias PHP, JAVASCRIPT, HTML5, CSS3; Banco de dados MySQL , e em servidores Linux Debian.

A carga horária é de 40h semanais. O valor da bolsa varia de acordo com tempo de experiência profissional de R$ 2.156,00 a R$ 3.440,00. Os interessados devem enviar currículo ao e-mail segti.ilmd@fiocruz.br com cópia para segti.ilmd@gmail.com até o dia 17/4/2019, indicando no assunto: “Seleção de Programador ILMD – e o nome do candidato”.

A bolsa é por 12 meses, podendo ser prorrogada. O início das atividades está previsto para o próximo dia 2 de maio. A seleção será feita por meio de análise curricular e provas objetiva e prática.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas

Fiocruz Amazônia seleciona bolsista para atuar com programação de sistemas web

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) seleciona bolsista para atuar como programador de sistemas web. Para concorrer à vaga o candidato precisa ter concluído o ensino superior em ciência da computação, ou em sistemas de informação ou em áreas afins.

O candidato selecionado vai atuar no Serviço de Gestão de Tecnologia da Informação – SeGTI da Fiocruz Amazônia, onde irá executar programação de sistemas, realizar pesquisas, verificar e examinar demandas, além de propor e cumprir cronograma de execução de trabalhos, dentre outras atividades.  Para tanto, espera-se que o interessado tenha conhecimento em tecnologias PHP, JAVASCRIPT, HTML5, CSS3; Banco de dados MySQL , e em servidores Linux Debian.

A carga horária é de 40h semanais. O valor da bolsa varia de acordo com tempo de experiência profissional de R$ 2.156,00 a R$ 3.440,00. Os interessados devem enviar currículo ao e-mail segti.ilmd@fiocruz.br com cópia para segti.ilmd@gmail.com até o dia 17/4/2019, indicando no assunto: “Seleção de Programador ILMD – e o nome do candidato”.

A bolsa é por 12 meses, podendo ser prorrogada. O início das atividades está previsto para o próximo dia 2 de maio. A seleção será feita por meio de análise curricular e provas objetiva e prática.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas

Fiocruz Amazônia seleciona bolsista da área de biológicas para atuar em projeto de controle do Aedes

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) seleciona bolsista da área de ciências biológicas para atuar em projeto de controle do Aedes. Os interessados têm até sexta-feira, 12/4, para enviarem currículo lattes para os seguintes e-mails: jose.carvajal@fiocruz.br e carla.depaula@fiocruz.br.

O candidato selecionado vai atuar no projeto “Controle vetorial de Aedes aegypti e Ae. albopictus com Estações  Disseminadores de Larvicida”. Para concorrer à vaga, é necessário ter graduação em ciências biológicas ou áreas afins, ter cursado ou estar cursando mestrado em saúde pública, medicina tropical ou áreas afins, com a comprovação de experiência em biologia e ecologia de vetores e/ou entomologia médica e análises de dados.

A bolsa tem vigência de 6 meses, podendo ser prorrogável por mais 6 meses. O valor mensal é de R$ 3.520,00. A carga horária de trabalho é de 40h semanais.

O candidato aprovado vai trabalhar como apoio à coordenação técnica do projeto, prestando auxílio na supervisão do trabalho de campo, supervisão do trabalho no laboratório/ insetário, supervisão e análise dos dados, e emissão de relatórios.

Saiba mais sobre o projeto:

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Imagem: Mackesy Nascimento

 

Fiocruz Amazônia seleciona bolsista para programação de sistemas

O Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) seleciona bolsista para atuar na área de programação de sistemas, junto ao Serviço de Gestão de Tecnologia da Informação (SeGTI).

São requisitos para candidatar-se à bolsa: ter concluído ensino superior em ciência da computação, ou sistemas de informação e áreas afins, comprovar experiência mínima de 1 ano em programação de sistemas. São desejáveis também conhecimentos nas tecnologias PHP, JAVASCRIPT, HTML5, CSS3; Banco de dados MySQL, e com servidores Linux Debian 9. Além desses conhecimentos, espera-se que o candidato tenha foco, saiba trabalhar em equipe e de forma colaborativa, seja comprometido e proativo.

A pessoa selecionada para a vaga irá analisar as demandas,  propor cronogramas de execução de trabalhos;  desenvolver  programação e realizar pesquisas, quando necessário; realizar testes em condições operacionais simuladas, em ambiente de teste e ambiente de homologação; pesquisar alternativas visando a customização de aplicações, seguindo as melhores práticas governamentais (e-MAG, e-PING, etc.); elaborar relatórios e registros das soluções aplicadas, visando manter a rastreabilidade e a documentação dos serviços em desenvolvimento; e realizar pesquisas de sistemas que possam atender às demandas internas, conforme necessidades.

Os candidatos interessados devem encaminhar curriculum vitae e link da plataforma lattes até o dia 30/11/2018, para o e-mail sandro.moreira@fiocruz.br. A seleção será feita em três etapas: análise curricular, prova e entrevista. A prova constará de 35 questões, sendo 20 sobre Programação Web, 10 sobre banco de dados, e 5 sobre Linux.

A jornada de trabalho do bolsista programador é de 40h semanais e a bolsa é mensal, no valor de R$ 3.520,00 (três mil, quinhentos e vinte reais).

 ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Imagem miolo matéria: Mackesy Nascimento

Divulgado resultado das análises de recursos da 1ª etapa do PPGBIO-Interação

A Comissão de Seleção do processo seletivo do curso de Mestrado Acadêmico do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Biologia da Interação Patógeno Hospedeiro (PPGBIO-Interação), do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) divulgou o resultado das análises de recursos da 1ª etapa: homologação das inscrições, referente à chamada pública 002/2018.

Os candidatos que tiveram suas inscrições homologadas seguem para a segunda etapa, prova escrita, a realizar-se no dia 21/11, próxima quarta-feira, de 14h às 17h, na sede da Fiocruz Amazônia, à rua Teresina, 476 Adrianópolis, em Manaus (AM).

O resultado da homologação de inscrições pode ser acessado na Plataforma Siga, em http://www.sigass.fiocruz.br/pub/inscricao.do?codP=127

A Chamada Pública Nº 002/2018 do Programa oferece 14 vagas, distribuídas entre duas linhas de pesquisa: Eco epidemiologia das doenças transmissíveis; e Bioquímica, biologia celular e molecular de patógenos e seus vetores

Todas as etapas do processo seletivo são eliminatórias. A segunda etapa, prova escrita, será discursiva e valerá 10 (dez) pontos. A terceira etapa será a prova oral, que compreende a avaliação do projeto de pesquisa, pontuação do currículo lattes e entrevista.

SOBRE O PPGBIO-INTERAÇÃO

O Programa de Pós-Graduação em Biologia da Interação Patógeno-Hospedeiro é curso strictu sensu que tem como essência a dinâmica de transmissão das doenças e as interações moleculares e celulares da relação patógeno-hospedeiro no âmbito da maior biodiversidade mundial.

O PPGBIO-Interação se enquadra na grande área em Parasitologia devido a pesquisa e ensino terem ênfase na eco-epidemiologia e biodiversidade de micro-organismos e vetores; fatores de virulência, mecanismos fisiopatológicos e imunológicos associados na interação parasito-hospedeiro.

Para mais informações sobre o Programa, clique

 

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Imagem: Mackesy Nascimento