Posts

Seminário na Fiocruz Amazônia aborda educação permanente e saúde da família

Com o tema “Campo (Inter)disciplinar da Saúde da Família: a interface com a educação e o cotidiano do trabalho na atenção básica”, teve início nesta quarta-feira, 26/4, o Seminário Saúde da Família, promovido pelo Programa de Mestrado Acadêmico em Saúde da Família (ProfSaúde), desenvolvido no Amazonas pelo Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) e Escola de Saúde da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), em rede com diversas instituições de ensino e pesquisa brasileiras.

O seminário acontece até amanhã, 27/4, e pretende promover reflexão sobre processos educativos na prática da atenção básica. Além disso, estão sendo realizadas aulas de qualificação de projetos dos mestrandos no âmbito da temática “Saúde da Família”. O evento reúne gestores, trabalhadores de saúde, estudantes de graduação e pós-graduação na área da saúde.

Para o Coordenador do ProfSaúde/ILMD Fiocruz Amazônia, Rodrigo Tobias, o programa possui grande relevância por atuar principalmente na geração de conhecimento de profissionais que atua diretamente na atenção básica, proporcionando intervenções diretas ao Sistema Único de Saúde (SUS). “Esse é a missão de um programa profissionalizante em saúde da família, pensar soluções práticas para intervenção de um SUS com qualidade. Isso é importante para a sociedade, pois não se trata simplesmente de um investimento no conhecimento, mas no investimento do conhecimento de profissionais da saúde que fazem acontecer a Atenção Básica e primária em seus lugares, no Estado do Amazonas”, destacou.

Compuseram a mesa de abertura do evento, a coordenadora do ProfSaúde/ UEA, Ângela Xavier; o coordenador ProfSaúde/ ILMD Fiocruz Amazônia, Rodrigo Tobias; o secretário municipal de saúde de itapiranga (AM), Jairo Pereira, representando o presidente do Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems-AM); a gerente da Rede de Cuidados Crônicos da Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), Luana Amaral, representando o secretário municipal de saúde de Manaus, Marcelo Magaldi; o diretor do Departamento de Atenção Básica da Secretaria de Estado da Saúde do Amazonas (Susam), e a assessora da diretoria do ILMD/Fiocruz Amazônia, Maria Olivia Simão.

O evento contou com a aula magna “Educação permanente e atenção básica: Complexidade no trabalho e aprendizagem no cotidiano”, ministrada pelo pesquisador Alcindo Ferla, docente do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (PPGCol), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

O palestrante destacou a relevância do programa de mestrado profissionalizante para as instituições de ensino e pesquisa no Amazonas. “Essa dinâmica de instituições de referência no ensino e na pesquisa trazerem profissionais que atuam no cotidiano do trabalho assistencial é uma via de duas mãos sempre. Precisamos reconhecer a importância e ousadia do Instituto, pois esse mestrado vai além das questões epistemológicas de renovação do conhecimento que faz bem para as Instituições de pesquisa e ensino”, pontou Ferla.

Para a Coordenadora do ProfSaúde/UEA, Angela Xavier, a qualificação desta primeira turma apresenta resultados bastante positivos. “Essa aproximação que estamos trazendo do conhecimento científico com a prática, e com esses profissionais que estão na ponta, é extremamente importante, e nos possibilita observar o progresso dos alunos nessa primeira parte do mestrado, visto que eles estão conseguindo levar um pouco desse conhecimento para o processo de trabalho deles, levando mudanças e reflexões sobre de trabalho que eles desenvolvem na ponta, nas unidades de saúde”, disse.

SOBRE O PROGRAMA

O ProfSaúde é um programa de pós-graduação stricto sensu realizado em rede, que tem por finalidade formar profissionais de saúde que atuam na Saúde da Família/Atenção Básica. Além disso, o programa pretende fomentar a produção de novos conhecimentos e inovações na atenção básica no País, respeitando a diversidade regional e integrando instituições acadêmicas e gestores da saúde pública.

O Programa é reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) do Ministério da Educação, resultado da parceria entre a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e conta com o apoio da Associação Brasileira de Educação Médica (Abem), da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) e dos ministérios da Saúde e da Educação.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes

 

 

 

Seminário na Fiocruz Amazônia apresentará qualificações de mestrandos ProfSaúde

Nos dias 26 e 27 de abril, a partir de 9h, o Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia) sediará o Seminário Saúde da Família, com o tema “Campo (Inter)disciplinar da Saúde da Família: a interface com a educação e o cotidiano do trabalho na atenção básica”. O Evento é promovido pelo Programa de Mestrado Acadêmico em Saúde da Família (ProfSaúde), desenvolvido no Amazonas pela Fiocruz Amazônia e Escola de Saúde da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), em rede com diversas instituições de ensino e pesquisa brasileiras.

O seminário pretende promover reflexão sobre processos educativos na prática da atenção básica. Além disso, serão realizadas aulas de qualificação de projetos dos mestrandos no âmbito da temática “Saúde da Família”. O evento reunirá gestores, trabalhadores de saúde, estudantes de graduação e pós-graduação na área da saúde.

As inscrições podem ser realizadas via formulário online. O evento acontecerá no Salão Canoas, auditório da Unidade, situada à rua Teresina, 476, Adrianópolis, Zona Sul de Manaus.

Confira a programação

Para o Coordenador do ProfSaúde/ILMD Fiocruz Amazônia, Rodrigo Tobias, a formação desses profissionais é de extrema relevância para o fortalecimento do SUS. “Ter um programa de mestrado profissional em saúde da família no Amazonas é muito representativo, pois a gente incorpora uma cultura de mestrado profissional, que tem o objetivo da intervenção no Sistema Único de Saúde. Qualificar esses profissionais significa fortalecer o SUS. Estamos formando oito médicos no Amazonas, com esse olhar voltado para a atenção básica”

A programação terá início no dia 26, com a palestra “Educação permanente e atenção básica: Complexidade no trabalho e aprendizagem no cotidiano”, a ser ministrada pelo pesquisador Alcindo Ferla, docente do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (PPGCol), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

SOBRE O PROGRAMA

O ProfSaúde é um programa de pós-graduação stricto sensu realizado em rede, que tem por finalidade formar profissionais de saúde que atuam na Saúde da Família/Atenção Básica. Além disso, o programa pretende fomentar a produção de novos conhecimentos e inovações na atenção básica no País, respeitando a diversidade regional e integrando instituições acadêmicas e gestores da saúde pública.

O Programa é reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) do Ministério da Educação, resultado da parceria entre a Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e conta com o apoio da Associação Brasileira de Educação Médica (Abem), da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC) e dos ministérios da Saúde e da Educação.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Eduardo Gomes