Oficina realizada no ILMD/Fiocruz Amazônia discute saúde do trabalhador

Em Manaus ocorreu a Oficina de Saúde do Trabalhador. O evento foi realizado nos dias 24 e 25/8,  no Salão Canoas, na sede do Instituto Leônidas & Maria Deane (ILMD/Fiocruz Amazônia), à rua Teresina, 476, Adrianópolis, zona Centro-Sul de Manaus.

A oficina foi promovida pelo Núcleo de Saúde do trabalhador  (Nust-ILMD/Fiocruz Amazônia), em parceria com a Coordenação de Saúde do Trabalhador (CST/Fiocruz), Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor (Siass) da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e Centro de Referência de Saúde do Trabalhador do Amazonas (Cerest-AM)  e  o apoio do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam) e Centro de Referência de Saúde do Trabalhador Regional Manaus (Cerest – MAO).

Organizada em mesas temáticas de discussão, a Oficina de Saúde do Trabalhador teve como objetivos fortalecer a Política de Saúde do Trabalhador Público Federal na perspectiva do Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor; dialogar e estimular o desenvolvimento de uma política de saúde do trabalhador nos órgãos públicos de diferentes entes do Estado brasileiro; e prospectar a criação de uma rede de colaboração entre esses entes.

Para o coordenador do Nust/ILMD, Rafael Petersen, a Oficina ofereceu a possibilidade de articulação e criação de uma rede de colaboração e relacionamento entre diferentes órgãos das esferas federal, estadual e municipal; de fortalecer o Siass; e atender também, no contexto do serviço público, os trabalhadores que não são servidores, como terceirizados, bolsistas e estagiários.

“Foram 40 participantes e mais de 10 órgãos envolvidos nas discussões sobre a possibilidade de ações conjuntas e que visam criar espaços de diálogo no contexto da saúde do trabalhador”, informou Petersen.

Segundo a coordenadora de Saúde do Trabalhador da Fiocruz (CST),  vinculada à Coordenação-Geral de Gestão de Pessoas (Cogepe/Fiocruz), Fátima Rangel, a Política de Saúde do Trabalhador da Fiocruz tem por objetivo construir um conjunto de ações voltadas para promover a saúde nos processos de trabalho, qualificando os ambientes e processos.

Para ela, a oficina representa um grande avanço para a implantação das ações de saúde do trabalhador em Manaus. “O ILMD está de parabéns, pois tem conquistado espaços e parcerias importantes no contexto da saúde do trabalhador, o que representa um avanço para o Instituto e para todo o Estado. Esta semana tivemos ações muito importantes acontecendo aqui no ILMD/Fiocruz Amazônia, neste contexto da saúde do trabalhador”.

Fátima Rangel destacou ainda que o trabalho realizado pelo Nust/ILMD, com o apoio do Serviço de Gestão do Trabalho (Seget/ILMD) e da Vice-diretoria de Gestão do Instituto conseguiu ampliar e qualificar ainda mais a avaliação de saúde dos trabalhadores, a partir dos exames periódicos dos trabalhadores e avançou no programa Fiocruz Saudável, ao pensar num plano conjunto e agenda integrada.

Para Renata Costa Pinheiro, do Siass-Ufam, as temáticas discutidas na Oficina foram importantes para se construir e fortalecer as ações de promoção à saúde e qualidade de vida do trabalhador do Amazonas, envolvendo as legislações que atendem aos eixos previstos na Política de Atenção à Saúde e Segurança do Servidor Público Federal – PASS e legislações do setor privado.

O Siass-Ufam concentra seu trabalho em atender aos eixos da PASS, e da Perícia oficial em saúde, promoção e vigilância e assistência.

Ao final do encontro foi pactuado a realização de fóruns permanentes para discussão dos seguintes eixos temáticos: promoção vigilância, assistência, sustentabilidade e comunicação.

Segundo Wanessa Natividade, coordenadora do programa “Circuito Saudável” da CST/Cogepe/Fiocruz, “esses eixos irão consolidar o desenvolvimento da Política de Saúde do Trabalhador no Amazonas, inseridos no contexto do serviço público.

O próximo encontro será o Fórum Permanente, a ser realizado na Ufam, em Manaus-AM.

ILMD/Fiocruz Amazônia, por Marlúcia Seixas
Foto: Eduardo Gomes